18 de jan de 2012

PARABÉNS PENINHA!!!

Por: Luiz Fernando Sadeck

"Nem Cristo Agradou à Todos”

Hoje, dia 17 de Janeiro de 2012, completo 54 anos de idade, e agradeço à Deus pelas vidas que tive, pois julgo que minha vida dividiu-se em duas: a primeira decorreu de 1958 à 1987, e a segunda, minha vida política, teve início em 1988, quando fui eleito vereador pela primeira vez. Desde então fui motivo de preocupação por parte de meus adversários, por que desde então me tornei a voz do povo, povo clemente por uma vida digna, uma vida de qualidade, e eu, por defender o direito do povo, e ser seu porta voz, me tornei um incomodo, um grande incomodo por ter a coragem de ser e agir como oposição, coragem não comum aos meus colegas de classe. Eu não havia desempenhado papel de tamanha importância, mas já estava ciente do que enfrentaria.

Meus atos, a minha coragem de agir em prol do povo incomoda tanto, que paralelo à minha entrada no mundo político, houve a minha entrada e permanência na mídia, que infelizmente, na maioria das vezes, distorce os fatos, ou, os cria, pois nem sempre há sapiência e publicação quanto à natureza da informação. Mas como já foi dito, eu estava ciente do que enfrentaria me tornando um homem público, principalmente me tornando o PENINHA.
Quando enfrentei o processo de cassação, fruto de uma armação montada para tirar meu mandato, as noticias eram as mais diversas, fui vitima de um “complô” montado para me afastar da vida política. Mas golpes baixos não me abatem, só me elevam, dei a volta por cima e com a graça de Deus e ajuda dos meus amigos, voltei ao poder conquistando mais uma vez meu mandato. Um recado aos meus adversários: o que o povo dá, só o povo tem o poder pra tirar!
O tempo que fiquei afastado, por motivos de força maior, do meu cargo, meus adversários e inimigos me esqueceram, por achar que eu era peso morto, mas não! Tive que me ausentar na tentativa de resolver meu problema na capital, quando retornei, veio junto a mim o então governador, encontramos no aeroporto, uma caravana vestida com camisas cuja frase estampada eu nunca esquecerei: “governador, Itaituba sem Peninha não é Itaituba”, essas ações sim influem no meu comportamento, me dão mais coragem, mais força pra realizar minha sina.
Por meio de um programa televisivo, continuei sendo a voz do povo. Chegou a eleição de 2008 e lá estava o PENINHA disputando ,e sem mandato foi o mais votado no PMDB e o 7º colocado na classificação dos eleitos. Para a tristeza dos inimigos, obtive mais de 1.100 votos, continuando a ordem crescente das quantidades de votos desde a eleição de 1988 até a de 2008, 6 mandatos lutando por uma única causa: o bem comum de Itaituba! Em 24 anos de luta, me mantive invicto, com a ajuda da voz do povo que é mostrada nas urnas, povo que conquistei trabalhando, me mostrando sempre presente, ao invés de fazer como os candidatos “copa do mundo” que só aparecem de quatro em quatro anos! O PENINHA todo mundo conhece, sabe onde encontrar a qualquer hora e para resolver todos os tipos de problemas, o PENINHA é do povo!
Agora, novamente meus adversários estão incomodados e se uniram para, de qualquer maneira, me afastarem da política. Primeiro fabricaram e publicaram a informação que eu tinha pedido o desligamento do PMDB. É bom que se diga que para isto acontecer eu teria que assinar o pedido de desligamento, encaminhando-o primeiro ao partido, e depois encaminhar copia comunicando meu desligamento do partido à justiça eleitoral. Não fiz nenhum e nem outro, desde 2007 estou filiado no PMDB e nunca pedi meu desligamento do partido. Se o partido me expulsasse, teria que montar um processo com ampla defesa, o que também nunca foi feito. Mas meus adversários continuam maquiando no intuito de me afastar do mandato.
Este complô é para me afastar da CÂMARA, já que sou uma pedra no caminho da oposição e eles querem de qualquer maneira o cofre para bancar a campanha. A intenção deles é usar de todos os meios para me afastar do Poder Legislativo. Primeiro tentam iludir a população afirmando que não posso ser candidato a vereador e que dentro de dias serei cassado, depois tentam me jogar contra o prefeito. Tudo em busca de saquear a prefeitura. São as vaquinhas que estão desmamadas e querem o leite de qualquer maneira.
Minha equipe e eu estamos preparados para o que der e vier, e acostumados a enfrentar grandes obstáculos, vamos vencer mais este! Se eu não incomodasse meus adversários, eles não estariam me perseguindo. Uso sempre o velho ditado: “só se joga pedra em arvores que dão bons frutos”. Vamos continuar alegremente a nossa jornada, enquanto esperamos para ver os próximos capítulos do “Teatro dos Desesperados”.

Nenhum comentário:

JURUTI: Promotoria ajuíza Ação contra 14 reús no caso “mensalinho de Juruti”

A promotoria de Justiça de Juruti ajuizou Ação Civil Pública por ato de improbidade administrativa em face do ex-prefeito municipal, três ve...

Postagens mais visitadas