16 de fev de 2012

Justiça determina permanência do Barco Abaré em Santarém

 Por Fabio Pena

O barco hospital Abaré I, de propriedade da ONG holandesa Terre des Hommes – TdH, não poderá deixar o município de Santarém para outro município, estado ou país nos próximos seis meses. É o que determinou há pouco o juiz da 8ª Vara Cível de Santarém, Laércio Ramos.

A decisão veio depois da ação cautelar inominada ajuizada ontem (15/02) pela Procuradoria Jurídica do Município), vinculada à Prefeitura de Santarém, através dos procuradores Isac Liboa e Cynthia Soares.

A embarcação, que leva atendimento médico para cerca de 15 mil ribeirinhos do rio Tapajós, funcionando em comodato com as Prefeitura de Santarém em parceria com o Projeto Saúde & Alegria e desde de 2010 é a 1a Unidade de Saúde da Família Fluvial do país, pelo Ministério da Saúde.

No entanto, em comunicado de 2/fev enviado à Secretaria Municipal de Saúde de Santarém, Terre dos Hommes informou que não mais disponibilizaria o Abaré I para o serviço. Em nota publicada no dia 13/02, o coordenador do PSA, Caetano Scannavino, comentou sobre a decisão da Terre des Hommes de retirada abrupta do barco da região.

Fonte: Rede Mocoronga

Nenhum comentário:

A pedido dos Munduruku, MPF intensifica atuação contra garimpo ilegal em terra indígena no Pará

O Ministério Público Federal (MPF) convocou reunião para esta sexta-feira (20) em Itaituba, no sudoeste do Pará, para levantar dados sobre...

Postagens mais visitadas