16 de fev de 2012

Quatro mortos em acidente aéreo


Os corpos carbonizados durante o acidente aéreo na manhã de hoje (16) em Cametá, nordeste do Pará, ainda estão no local. Segundo o Coronel Moraes, do Corpo de Bombeiros, os corpos só poderão ser retirados após a chegada do Seripa e IML. “Não podemos mexer nos corpos enquanto o Seripa (Serviços Regionais de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos) não comparecer, pois vão analisar as causas do acidente", afirmou.

O Corpo de Bombeiros ainda esteve no local para prestar assistência às vítimas, mas todos estavam mortos.

São quatro as vítimas que estavam no avião: Eduardo da Silva Campos (piloto), Carlos Eduardo Arruda (copiloto), Antônio Maia da Cunha (segurança) e Deminedson Monteiro Barbosa (segurança). Segundo os Bombeiros, três corpos foram localizados, carbonizados, o corpo do quarto passageiro não estava visível, mas eles acreditam que está nos destroços do avião.

O CASO - Um avião bimotor, prefixo PFLOU, da empresa Norte Jet Táxi Aéreo, caiu após pegar fogo por volta de 8h30 de hoje (16), no município de Cametá, nordeste paraense. Quatro pessoas estavam a bordo da aeronave e morreram na hora.

O bimotor estava à serviço da empresa Prosegur, que faz transporte de valores. Segundo informações do Corpo de Bombeiros, a aeronave tinha como destino o município de Belém. Quando chegou próximo a Cametá apresentou problemas e pegou fogo. O bimotor caiu a cerca de 300 metros da pista.

Em nota, a Prosegur lamentou a queda da aeronave contratada para o transporte de malote entre as cidades de Belém e Cametá, na região da Ilha do Marajó. A empresa disse ainda que está prestando toda a assistência necessária às famílias de seus colaboradores envolvidos no acidente.
(DOL)

Nenhum comentário:

A pedido dos Munduruku, MPF intensifica atuação contra garimpo ilegal em terra indígena no Pará

O Ministério Público Federal (MPF) convocou reunião para esta sexta-feira (20) em Itaituba, no sudoeste do Pará, para levantar dados sobre...

Postagens mais visitadas