16 de mar de 2012


Operação Pandilha. Policia Federal volta a prender os envolvidos em fraudes de licitações em Vitória do Xingu.


Na manhã desta quinta-feira (15), seis pessoas se entregaram na delegacia da Policia Federal em Altamira, eles estão envolvidos nos crimes de fraude em licitações durante a gestão do ex-prefeito Liberalino Neto, os crimes só pararam depois da Operação Pandilha.

Pelo menos seis dos envolvidos se apresentaram na Sede da Policia Federal em Altamira por volta das 10 horas da manhã desta quinta-feira, só agora eles foram notificados da decisão do STJ que derrubou o habeas Corpus que os mantinha solto, segundo o Delegado da Policia Federal que preside o caso, os ministros do STJ entenderam que houve quebra de acordo.

Foram cerca de R$17 milhões desviados.
Em setembro do ano passado a Polícia Federal deflagrou a operação Pandilha em Vitória do Xingu, Altamira, Belém e no Estado de Alagoas, na época 10 pessoas foram presas, Liberalino Neto, então prefeito de Vitória do Xingu foi acusado de chefiar o bando que fraudava licitações, os desvios podem chegar ao montante de 17 milhões de reais, em várias áreas de governo, como saúde, educação, obras e programas sociais. A vereadora que efetuou as denúncias Elsa Dall’lacqua foi cassada pela Câmara de Vereadores, e ameaçada de morte.
Com o avanço das investigações vários protestos foram realizados em Vitória do Xingu, atualmente que governo o município é o prefeito Erivando Amaral você de Liber e que rompeu relações com a chapa que o levou ao cargo. Para a Advogada de 4 dos 10 presos, o habeas corpos coletivo deve ser derrubado, para individualizar os processos facilitando a defesa.

Ainda durante a manhã, um médico do Centro de Perícias Renato Chaves fez exames de corpo delito, bolsas e malas de roupas começaram a chegar na sede da Policia Federal e por volta das 13 horas os presos foram colocados em um ônibus e levados até o centro de Recuperação de Altamira.

Foram colocados atrás das grades:

Carlos Gama (ex-chefe de licitações).

Ivo Krombauer (Laranja que criou três empresas para vencer licitações).

Aldair Nazário (Ex- Sec. de Obras).

Isaac Costa da Silva (também tinha empresa que vencia licitações).

Elton Lisardo (Secretário de Finanças na época).

Benedito da Silva o “Mestre Bio” (tinha cargo de confiança e articulava licitações para a prefeitura(.

Paulo César (esse tinha três empresas de fachada e desviou pelo menos 10 milhões de reais em fraudes).

Liberalino Neto (ex-prefeito da cidade, preso em Belém).

Roseli Braga (ex- Sec. de Saúde) (junto com o ex-prefeito coordenava o esquema de fraudes na cidade segundo Polícia Federal).

Danilo Damaso (ex- prefeito de Marechal Deodoro em Alagoas, e mentor do esquema em Vitória do Xingu).

Ainda segundo a polícia federal, 5 das 20 licitações investigadas, já apresentaram fraudes, as investigações continua, e mais pessoas podem ser presas em Altamira, Vitória do Xingu e Belém do Pará.

O mandado é de prisão preventiva contra Liber e todo o grupo, eles devem permanecer presos por tempo indeterminado.
 

Nenhum comentário:

Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial

Vereadores de Jacareacanga aprovam novo Código Tributário e de Obras

A Câmara Municipal de Jacareacanga aprovou nesta sexta-feira (15) os Projetos de Lei do Novo Código Tributário Municipal (CTM) e de Obras ...

PortalBuré

Portal Buré © 2016. Tecnologia do Blogger.