13 de abr de 2012

Ex-nº 1 do Incra é inocente, afirma juiz


A demissão de Francisco dos Santos Carneiro da Superintendência Regional do Incra em Santarém (PA), na terça-feira, gerou mais uma crise entre o PMDB e o PT, segundo informou o jornal O Liberal, de Belém, desta sexta-feira (13).

De acordo com o diário, os peemedebistas acusam os petistas de terem até forjado o envolvimento de Carneiro em irregularidades, com o único objetivo de lhe tomar o lugar.

“Foi tudo uma encenação. Nunca provaram nenhum ato ilícito por parte do superintendente”, disse o deputado José Priante (PMDB-PA), padrinho de Carneiro, junto com o tio, o senador Jader Barbalho (PMDB-PA).

Priante levou ao líder do PMDB na Câmara, Henrique Eduardo Alves (RN), cópia de uma decisão do juiz José Airton de Aguiar Portela, da Justiça Federal do Pará. Henrique Alves guardou a papelada. Pode ser útil em futuras brigas com o PT.

Na decisão, o juiz concluiu que não se pode culpar Carneiro de ilícitos denunciados pelo Ministério Público Federal, em ação que pediu o bloqueio de contas correntes de associações agroextrativistas acusadas de irregularidades no uso de verbas públicas para a consolidação de assentamentos. A sentença é do dia 15 de março.

Fonte: Jeso Carneiro

Nenhum comentário:

JURUTI: Promotoria ajuíza Ação contra 14 reús no caso “mensalinho de Juruti”

A promotoria de Justiça de Juruti ajuizou Ação Civil Pública por ato de improbidade administrativa em face do ex-prefeito municipal, três ve...

Postagens mais visitadas