5 de nov de 2012

Policiais civis passam por treinamento no Exército em Itaituba


Manutenção de armamento
Manutenção de armamento
Treinamento no Exército em Itaituba

A Superintendência da Polícia Civil no Tapajós, sediada em Itaituba, sudoeste do Pará, está investindo em treinamentos para os policiais civis que atuam na região. O delegado Edinaldo Sousa, titular da Superintendência, informou, nesta segunda-feira, 5, que um novo treinamento para agentes do Sistema de Segurança Pública e do Judiciário deverá ser realizado no início do próximo ano. Dois cursos do tipo já foram realizados, em 2012, em parceria com o 53º Batalhão de Infantaria de Selva (53º BIS), do Exército Brasileiro, em Itaituba. O mais recente treinamento de tiro contou com a participação de 22 agentes, dos quais 15 policiais civis, três juízes, dois promotores de Justiça e dois defensores públicos de Itaituba.
Policial civil é orientada

O treinamento ocorreu entre os dias 31 de outubro e 01 de novembro. Os servidores puderam realizar atividades de desmontagem, manutenção e montagem de armamentos e realização de treino de tiro prático no estande da organização militar. O delegado Edinaldo Sousa destacou a parceria entre a Polícia Civil e o Exército Brasileiro na atividade, que já vem ocorrendo há três anos consecutivos. O tenente-coronel Marco José dos Santos, comandante do 53º BIS, disponibilizou pessoal, material e toda logística necessária à realização do treinamento. A instrução do treinamento foi coordenada pelo tenente Tadeu, do 53º BIS.
 
Foram usados armamentos da Polícia Civil disponíveis aos servidores de Itaituba, como pistolas .40, carabinas Magal .30 e espingardas calibre .12, além de pistolas calibre .9mm de uso do Exército Brasileiro, como forma de renovar os conhecimentos e preparar os policiais para situações de emprego do armamento. Entre os participantes do treinamento, a convite da Superintendência da Polícia Civil, estiveram os juízes Claytoney Passos, Cíntia Beltrão e Vanessa Ramos; o promotor de Justiça Isaac Sacramento e a defensora pública Jacqueline Loureiro.

Em março deste ano, a equipe de policiais civis, da 19ª Seccional Urbana de Itaituba, participou de um Estágio de Adaptação à Vida na Selva (EAVS) ministrado pelo 53º BIS, sediado no município. Eles participaram das oficinas de instrução sobre montagem de rede de selva; montagem de abrigos improvisados; primeiros-socorros; alimentos de origem vegetal; alimentos de origem animal; obtenção de água e fogo; ofidismo (animais peçonhentos) e pernoite isolado.

Para o diretor da 19ª Seccional Urbana, delegado Alexandro Sant’Ana, o curso é importante pois a unidade policial está localizada em uma área de selva, onde, por vezes, os policiais são obrigados a fazer operações em locais de difícil acesso, dentro da mata. Assim, torna-se necessário dotar os servidores de conhecimentos básicos sobre como deslocar-se, pernoitar, obter alimentos, lidar com animais peçonhentos, prestar socorro, entre outras informações.

Fonte: ASCOM/Policia Civil
 http://www.policiacivil.pa.gov.br/?q=node/6475

Nenhum comentário:

A Manauara derrotou o Trovão Azul e vai fazer a final com a Climafrio

Por Jota Parente  Aguardava-se um jogo muito disputado, pois embora a campanha do Trovão Azul tenha sido muito melhor, e apesar de A...

Postagens mais visitadas