3 de dez de 2012

Noticias do Planalto Central!

'IstoÉ': com fama de destemperada, Rose avisou que não vai 'cair sozinha'

IstoÉ
Foto
Em sua edição desta semana, a revista semanal IstoÉ informou que o eventual indiciamento de Rosemary Nóvoa de Noronha, a "Rose", pela Polícia Federal, por tudo o que ela representa, causará calafrios no PT. “Não vou cair sozinha”, disse ela ao longo da semana. “Tememos pelo seu destempero”, reconhece um petista com trânsito no governo. A revista informa que não foram pedidas interceptações telefônicas dela, o que houve foi a solicitação dos e-mails retroativos. O primeiro e-mail em que ela aparece foi de 2009. De acordo com a procuradora do MPF, Suzana Fairbanks, o grupo criminoso agia seguindo o padrão de tentar achar brechas jurídicas para retirar uma decisão de um órgão e levá-la para outro, onde já contava com servidores cooptados para fazerem uma análise favorável do caso. “Eles não paravam de cometer crimes. É o tempo inteiro. É o modus operandi deles. Está na vida deles e eles só fazem isso o tempo todo”, disse a procuradora.
 
'Época': PF não quis investigar Rose, que se apresentava 'namorada de Lula'
 
A revista Época que está nas bancas publicou uma reportagem sem meias palavras sobre a nova personagem que irrompeu na cena política: Rosemary Nóvoa de Noronha, a "Rose", suspeita de corrupção e tráfico de influência nos governos Lula e Dilma. Segundo a revista, ao se dirigir a diretores de empresas estatais ou órgãos do governo, Rose frequentemente se apresentava como “namorada” do ex-presidente. E mostrava sua força: pediu e conseguiu a nomeação dos irmãos Paulo Vieira e Rubens Vieira para os cargos de diretores das agências reguladoras ANA (águas) e Anac (aviação civil), respectivamente, e, além de ajudar na escolha do atual presidente doBanco do Brasil, Aldemir Bendine, conseguiu negócios no BB para empresa ligada a familiares dela. A revista examinou o processo, do qual obteve cópia integral, e concluiu: "A PF, mesmo diante das evidências de que Rose era uma das líderes da quadrilha, optou por não investigá-la. Não pediu o monitoramento das comunicações de Rose e não quis detonar a Operação Porto Seguro no começo de setembro, quando a Justiça autorizara as batidas e prisões. Esperou até o fim das eleições municipais."

 PF tem indícios de ligação entre Paulo Vieira e ex-presidente do INSS
Foto
MAURO HAUSCHILD
O inquérito da Polícia Federal sobre a Operação Porto Seguro traz e-mails e documentos que ligam a quadrilha, supostamente chefiada por Paulo Vieira, ex-diretor da Agência Nacional de Águas, ao ex-presidente do INSS, Mauro Hauschild. Segundo informações da Folha de São Paulo, Vieira teria ordenado o pagamento de despesas feitas por Hauschild, no valor de R$ 5.800, junto a uma incorporadora de imóveis. Outro indício da associação entre os dois seria a produção de pareceres da Advocacia Geral da União em favor da entrada da União no processo sobre a concessão de uso da Ilha das Cabras, em São Paulo, quando Mauro Hauschild era advogado-geral adjunto e tinha poderes sobre tais decisões. A ilha, que é ocupada pelo ex-senador Gilberto Miranda (PMDB-AM), também é citada pela PF como parte do esquema de Vieira.

Carvalho sobre corrupção: 'As coisas não estão mais embaixo do tapete'

Foto
MINISTRO GILBERTO CARVALHO
O ministro Gilberto Carvalho (Secretaria-Geral da Presidência da República) afirmou na manhã desta segunda-feira (3) que os órgãos de fiscalização e controle do governo federal nunca tiveram tanta autonomia e liberdade, e que as coisas não estão mais embaixo do tapete. "A impressão de que há mais corrupção agora não é real. O que há mais agora é que as coisas não estão mais embaixo do tapete", disse o ministro. Questionado se o governo apoia ações do Ministério Público, da Polícia Federal e da Controladoria-Geral da República "doa a quem doer", o ministro respondeu: "Sempre foi assim". Porém, ele não quis falar especificamente sobre os desdobramentos da Operação Porto Seguro, da PF, que flagrou um esquema corrupção e tráfico de influência com participação de diretores de agências reguladoras, da ex-chefe do escritório da Presidência da República em São Paulo e de outros funcionários do governo federal.

Lula vai a forum em Paris. Sem Rose.

Foto
EX-PRESIDENTE LULA
Mesmo em meio ao furacão Rosemary, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, que de nada sabe, dá encaminhamento à sua turnê pelo mundo. Está marcado para os próximos dias 11 e 12, em Paris, o Fórum Pelo Progresso Social, organizado por seu instituto e pela Fundação Jean-Jaurès. Dentre os convidados para o evento estão a presidenta Dilma Rousseff e o presidente da França, François Hollande. Na ocasião, serão discutidos temas como a situação econômica mundial e a globalização. Lula irá palestrar sobre suas reflexões para o futuro, mas, ao contrário do que aconteceu cerca de trinta ocasiões em viagens oficiais ao exterior, enquanto foi presidente, não terá a companhia da ex-chefe de gabinete Rosemary Nóvoa de Noronha, a "Rose", que segundo a revista Época se apresentava como sua namorada.

Fonte: Claudio Humberto.


Nenhum comentário:

Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial

TRE do Pará recebe condecoração por trabalho nas eleições do Amazonas

Em sessão solene realizada na última quarta-feira (13), a Corte do Tribunal Regional Eleitoral do Amazonas concedeu a Medalha do Mérito...

PortalBuré

Portal Buré © 2016. Tecnologia do Blogger.