4 de dez de 2012

Polícia Federal deflagra operação de combate à lavagem de dinheiro em TO

Polícia Federal deflagra operação de combate à lavagem de dinheiro em TO
Araguaína/TO - A Polícia Federal e o Ministério Público Federal no Tocantins realizam, na manhã desta segunda-feira, 3, a Operação Turuna, que tem por objetivo combater uma organização criminosa especializada na lavagem de dinheiro proveniente do tráfico internacional de drogas. Cinquenta policiais federais dos estados do Tocantins, Maranhão e Pará cumprem oito mandados de busca e apreensão e ordens judiciais de sequestro de bens em Araguaína e cidades da região do Bico do Papagaio e sul do Pará.

A Procuradoria da República no Município de Araguaína e região participa tanto da operação quanto das oitivas com os envolvidos, que devem comparecer à Delegacia da Polícia Federal em Araguaína para serem ouvidos na terça-feira, 4.

A Operação Turuna tem relação com as operações Diamante e Pérola, deflagradas pelo MPF e Polícia Federal nos anos de 2002 e 2009. As operações tiveram como alvos traficantes que atualmente se encontram presos. Os alvos da Operação Turuna vem administrando recursos financeiros e patrimônio adquiridos com dinheiro oriundo das atividades criminosas. Para lavar o dinheiro, uma extensa rede de postos de combustível em Araguaína se utilizava do esquema denominado transbordo, em que a bomba de combustível é colocada diretamente no local de entrada do produto do tanque subterrâneo fazendo com que seja registrada a saída do combustível sem nenhuma venda efetuada. Além do transbordo, outras técnicas de lavagem de dinheiro foram utilizadas.

A Operação Turuna teve início com a investigação de lavagem de dinheiro do tráfico, mas existem indícios de outros crimes como de formação de quadrilha, falsidade ideológica e sonegação fiscal, já que o dinheiro, uma vez lavado pelo esquema, não era declarado à Receita Federal. Também foram constatados indícios de formação de cartel para imposição do preço dos combustíveis vendidos em Araguaína.

Coletiva

Após o cumprimento dos mandados, mais informações sobre a Operação Turuna serão prestadas à imprensa em uma entrevista coletiva a ser realizada na sede da Delegacia de Polícia Federal de Araguaína, a partir das 15 horas desta segunda-feira (3).

Comunicação da Delegacia de PF em Araguaína/T

Nenhum comentário:

Empreendedoras de Itaituba vencem Prêmio do Sebrae estadual

Por Jota Parente Empreendedoras de Itaituba estão entre as três vencedoras da etapa estadual do Prêmio Sebrae Mulher de Negócios, premiação...

Postagens mais visitadas