17 de jan de 2013

Ex-prefeita vira alvo de inquérito do MPF



Virou inquérito civil público no MPF (Ministério Público Federal) em Santarém a denúncia de supostos atos de improbidade administrativa e crime de responsabilidade praticados na gestão da ex-prefeita de Novo Progresso Madalena Hoffman (PSDB). O alvo do MPF são as licitações.


Mais especificamente uma licitação (carta convite) realizada em 2010 e que teve como vencedora a J.A. de Oliveira e Cia. Ltda.

Em 2011, essa empresa foi a quarta maior fornecedora de serviços para Prefeitura de Novo Progresso. Faturou à época R$ 2,1 milhões. No primeiro lugar do ranking daquele ano ficou a empresa Limpeza São Sebastião Ltda, que embolsou R$ 3,1 milhões.

Candidata à reeleição, Madalena Hoffman foi derrotada nas urnas por Osvaldo Romanholi (PR), o prefeito eleito mais rico do oeste do Pará

Fonte: Jeso Carneiro.

Nenhum comentário:

JURUTI: Promotoria ajuíza Ação contra 14 reús no caso “mensalinho de Juruti”

A promotoria de Justiça de Juruti ajuizou Ação Civil Pública por ato de improbidade administrativa em face do ex-prefeito municipal, três ve...

Postagens mais visitadas