2 de jan de 2013

MPF considera Unisaber irregular.

O Ministério Público Federal (MPF) do Estado do Pará, por meio do procurador da República, Alan Rogério Mansur Silva, recomendou a duas instituições que pretendiam oferecer curso superior no Estado do Pará, sendo eles o Centro de Estudos Avançados Alfa e Proficiência, a suspenderem suas atividades. As duas instituições de ensino, pretendiam ofertar os cursos de Educação Física e Pedagogia, nos municípios de Soure e Muaná, em parceria com o Grupo Continental, que opera a Unisaber e Favix.

O MPF considera que a atuação do Grupo Continental é ilegal por não possui autorização do Ministério da Educação (MEC) para ofertar cursos de graduação fora de suas sedes.

O Grupo Continental é mesmo que no dia 3 de maio, junto com a Prefeitura Municipal, realizaram a aula inaugural da Unisaber em Itaguatins, com 153 alunos matriculados, prometendo como no Pará e em outros 18 municípios tocantinenses, graduação superior nos cursos de Administração, Educação Física, Pedagogia e Gestão Ambiental, com mensalidades de R$ 130,00 por mês.

Click  AQUI   e leia a recomendação completa do MPF/PA

Nenhum comentário:

Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial

Vereadores de Jacareacanga aprovam novo Código Tributário e de Obras

A Câmara Municipal de Jacareacanga aprovou nesta sexta-feira (15) os Projetos de Lei do Novo Código Tributário Municipal (CTM) e de Obras ...

PortalBuré

Portal Buré © 2016. Tecnologia do Blogger.