2 de jan de 2013

MPF considera Unisaber irregular.

O Ministério Público Federal (MPF) do Estado do Pará, por meio do procurador da República, Alan Rogério Mansur Silva, recomendou a duas instituições que pretendiam oferecer curso superior no Estado do Pará, sendo eles o Centro de Estudos Avançados Alfa e Proficiência, a suspenderem suas atividades. As duas instituições de ensino, pretendiam ofertar os cursos de Educação Física e Pedagogia, nos municípios de Soure e Muaná, em parceria com o Grupo Continental, que opera a Unisaber e Favix.

O MPF considera que a atuação do Grupo Continental é ilegal por não possui autorização do Ministério da Educação (MEC) para ofertar cursos de graduação fora de suas sedes.

O Grupo Continental é mesmo que no dia 3 de maio, junto com a Prefeitura Municipal, realizaram a aula inaugural da Unisaber em Itaguatins, com 153 alunos matriculados, prometendo como no Pará e em outros 18 municípios tocantinenses, graduação superior nos cursos de Administração, Educação Física, Pedagogia e Gestão Ambiental, com mensalidades de R$ 130,00 por mês.

Click  AQUI   e leia a recomendação completa do MPF/PA

Nenhum comentário:

PM prende em Jacareacanga foragido da justiça de Itaituba

No ultimo domingo (13),  Policiais Militares da UIPP de Jacareacanga prenderam Valdinei Cardoso Costa (foto). Contra ele há um mandado d...

Postagens mais visitadas