9 de mar de 2013

Volante de Monte Dourado vai jogar a decisão da TG pelo Vasco

Jucimar Lima Pacheco, o popular Abuda, literalmente percorreu muitos quilômetros até chegar aonde chegou. Natural de Monte Dourado, distrito de Almerim, no interior do Pará, ele “se jogou” Brasil afora para alcançar o sonho de se tornar um jogador.

Seu local de origem, que possui 12 mil habitantes e vive da pesca e do eucalipto, fica a 453 km de Belém. Quando tinha que ir até a capital, pegava um barco e, pelas águas do Rio Jari, viajava por três dias. O descanso durante a pequena maratona acontecia nas redes, algo comum no transporte fluvial da região.

Quando tinha de 13 para 14 anos, Abuda viu um amigo de seu pai, o senhor Reinaldo Morais, apostar no futebol. Com o aval da família, foi levado para morar na capital paraense, na casa do novo tutor. Lá, Abuda estudou e deu os primeiros passos no Paysandu. Na base do Papão da Curuzu, atuou com Ganso, ex-Santos e hoje no São Paulo.

Porém, enquanto o apoiador rapidamente despontou, o volante seguiu sua luta por um lugar ao sol. Passou pelo Tuna Luso (PA), Ferroviária (SP), Petrolina (PE), Cruzeiro (RS), até ser descoberto pelo Vasco, no ano passado.
 
O início na Colina, porém, foi difícil. Ele chegou em junho, mas somente em novembro atuou pela primeira vez. Sem espaço, temeu pelo futuro, mas foi só chegar 2013 para as coisas mudarem. Na atual temporada, foi titular em todas as partidas e, humilde, admite estar vivendo seu sonho de criança antes da final da Taça Guanabara:
 
– É um sonho. Trabalhei muito e sempre acreditei em mim.

 LANCENET!

Nenhum comentário:

JURUTI: Promotoria ajuíza Ação contra 14 reús no caso “mensalinho de Juruti”

A promotoria de Justiça de Juruti ajuizou Ação Civil Pública por ato de improbidade administrativa em face do ex-prefeito municipal, três ve...

Postagens mais visitadas