19 de abr de 2013

Delegado Antonio Carlos que morreu em acidente foi homenageado no dia da Policia Civil.

Personalidades que desenvolveram trabalhos importantes para a Polícia Civil do Pará e que se destacaram pelo valor pessoal e profissional, além de terem contribuído para aperfeiçoar e projetar a instituição policial, receberam na noite desta quinta-feira, 18, no auditório da Delegacia Geral do Estado, as medalhas Evanovich de Investigação Policial e do Mérito Policial Civil. A solenidade, em alusão ao Dia da Polícia Civil, comemorado no dia 21 de abril, contou com a participação do governador Simão Jatene e diversas autoridades do Estado.

Na ocasião, o chefe do Executivo parabenizou os policiais e aproveitou para falar sobre o conjunto de medidas de segurança pública que será anunciado para a sociedade na próxima semana. “São medidas que tem a ver com a repressão, mas também com a prevenção. Para que esse projeto aconteça eu vou convidar os outros poderes para participar, para que a gente possa fazer uma grande cruzada contra a violência”. Segundo ele, praticamente todo o sistema governamental, seja da área de segurança ou social, estará envolvido neste projeto. “É fundamental a participação e a adesão também da sociedade”.
O governador explicou que a criação do conjunto de medidas contra a violência foi gerado em decorrência do quadro nacional, que, apesar dos dados demonstrarem que está ocorrendo a redução da pobreza, não está havendo uma redução na mesma proporção da violência. “O que desmistifica inclusive a ideia, de que a violência se explica pela pobreza. Se analisarmos hoje o que vem acontecendo em outros estados há um indicador claro de que essa virou uma questão nacional e nós não vamos esperar que essa situação chegue aqui. Por isso vamos agir preventivamente nisso”, concluiu.

Durante a cerimônia, o secretário de Estado de Segurança Pública e Defesa Social, Luiz Fernandes Rocha, falou sobre os investimentos feitos pelo Governo na Polícia Civil e ressaltou a rapidez com que o setor de investigação tem conseguido desvendar os crimes no Estado. “A Polícia Civil do Pará não deve nada a qualquer outra, considerando principalmente a investigação. O crime ocorre, mas temos dado respostas rápidas e objetivas para a sociedade, inclusive em vários casos complexos. O caso mais recente foi o assassinato de Jorge Pimentel, na cidade de Tomé-Açu, o qual a PC elucidou rapidamente e decretou a prisão dos mandantes”.

Em nome dos delegados e policiais civis, o delegado Mac Dowell Fortes Silveira Filho parabenizou todos os colegas de profissão e falou sobre o árduo trabalho realizado por eles. “Só nós sabemos o quanto temos que abrir mão de muitas coisas, como família, amigos e lazer, em prol do bem da sociedade, e fazemos isso porque amamos nossa profissão”, disse. Os policiais também aproveitaram o momento para fazer uma homenagem ao delegado Antonio Carlos, que morreu recentemente durante uma missão, em um acidente na Transamazônica, entre as cidades de Itaituba e Jacareacanga.


No total, 37 personalidades, entre servidores públicos da instituição, representantes dos poderes Executivo e Judiciário Estadual, professores, médicos, advogados, promotores de Justiça e militares das Forças Armadas foram agraciados com as medalhas. O Diploma de Amigo da Polícia, destinado aos cidadãos que prestaram contribuições relevantes à Polícia Civil, por meio de atos ou deferências, também foi distribuído no evento.

Nenhum comentário:

EM ITAITUBA: IDOSO DE 67 ANOS, FURA UM JOVEM ENGANADO NO PORTO DA BALSA

Na  tarde desta quinta-feira (19), o senhor José  Maria de 67 anos, furou o Jovem Luciano de Souza com uma perfuração  no braço  esquerd...

Postagens mais visitadas