28 de ago de 2013

Pará: Continua a farra das faculdades irregulares.

Instituto Educacional Heitor de Lima Cunha (IEHLC)
  • No site desta instituição (http://ihelc.com.br/portal/) havia a informação de vários pólos no Estado do Pará, Tocantins, Maranhão, Goiás e Amazonas, onde oferta cursos de graduação, entre outros cursos.
  • Após pesquisa no site do MEC (http://emec.mec.gov.br/) constatou-se que a referida instituição não possui autorização do MEC para ofertar cursos de graduação nem no município de Imperatriz/MA, tampouco em Araguaína/TO.
  • Mesmo com os fortes indícios da oferta de cursos de graduação a referida instituição manifestou-se no sentido de que oferta única e exclusivamente cursos livres.
  • Em razão disso, o MPF recomendou à instituição que suspenda a propaganda irregular e as atividades acadêmicas dos cursos que promove sem autorização do MEC. O IHELC também foi alertado pelo MPF a não dar início às aulas dos cursos irregulares sem o ato de credenciamento, autorização e reconhecimento junto ao MEC.
  • O IHELC informou que acatou integralmente a recomendação e que alterou seu contrato de prestação de serviços educacionais e dos seus folhetos de divulgação, de modo que estes instrumentos não mais fizessem referência a cursos de graduação e pós-graduação, mas tão somente cursos livres.
  • Com o objetivo de averiguar se de fato a instituição não oferta mais cursos superiores de forma irregular, o MPF oficiou às Promotorias de Justiça dos municípios nos quais a instituição atua para que estas, a título de colaboração com o Ministério Público Federal, encaminhem informações acerca da continuidade ou não da oferta de cursos superiores pelo instituto, ou mesmo, qualquer espécie de propaganda/divulgação relativa a cursos de graduação e pós-graduação naqueles municípios.
  • Tendo em vista a continuidade dos cursos de graduação ofertados pelo IEHLC, o Diretor do instituto foi preso em Tucurui, conforme informações (indicar caminho para o site da PR/PA, com a notícia)
  • Qualquer pessoa que tiver informações sobre a continuidade ou a abertura de cursos irregulares pelo IHELC pode encaminhar denúncia ao MPF pelo e-maildenuncia@prpa.mpf.gov.br com o maior número de detalhes possível.
Instituições já fechadas por irregularidades no Pará ou que se comprometeram a só atuar como cursos livres:

  • Faculdade de Educação Superior do Pará (Faespa), antigo Instituto Ômega
  • Faculdade de Educação Tecnológica do Pará (Facete)
  • Faculdade Teológica do Pará (Fatep)
  • Faculdade Universal (Facuni)
  • Faculdade de Ensino do Estado do Pará (Fatespa) 
  • Instituto de Educação e Tecnologia de Paragominas (Ietep)
  • Instituto de Educação Superior e Serviço Social do Brasil (Iessb)
  • Instituto de Ensino Superior do Pará (Iespa)
  • Instituto Educacional Bom Pastor (IEBP) (Há informação de que o IEBP continua ofertando cursos de graduação nos municípios de Floresta do Araguaia, Conceição do Araguaia e Concórdia do Pará. Foram expedidos ofícios à Delegacia de Polícia Civil dos referidos municípios)
  • Instituto Educacional Heitor de Lima Cunha (IEHLC)
  • Instituto Proficiência
  • Instituto Superior de Filosofia, Educação, Ciências Humanas e Religiosas do Pará (ISEFECHR-PA) 

Instituições que já foram recomendadas pelo MPF a suspenderem as atividades irregulares no Pará ou contra as quais o MPF já entrou com ações judiciais para pedir a suspensão dos cursos e propaganda ilegais no Pará:

  • Centro de Estudos Avançados Alfa
  • Faculdade de Ciências Humanas de Vitória (Favix)
  • Faculdade Reunida (FAR)
  • Instituto Brasileiro de Educação e Saúde (Ibes)
  • Instituto Brasileiro de Educação Kerigma (Ibek)
  • Instituto de Desenvolvimento Educacional São Lucas (Idesal)
  • Instituto Castro Alves
  • Faculdade de SINOP – FASIP
    Casos sob análise, sem indicação de irregularidade até o momento:
    • Especialização e Estudos Avançados (Esea)
    • Faculdade Anglo Latino (FAL)
    • Faculdade de Administração, Ciências, Educação e Letras – (Facel)
    • Faculdade de Ciências, Educação e Teologia do Norte do Brasil (Faceten)
    • Faculdade de Educação Tecnológica da Amazônia (Faetam)
    • Faculdade Integrada do Baixo Tocantins (Fibat)
    • Faculdade Integrada do Brasil (Faibra)
    • Instituto de Ensino Superior do Marajó (Iesm)
    • Faculdade Evangélica Cristo Rei – FECR
    • Faculdade Latino Americana de Educação – FLATED
    • Faculdade de Desenvolvimento Regional e de Integração – FADIRE, em parceria com a Universidade do Futuro - UNIFUTURO
    • Faculdade Paulo Neto - FAPAN e Instituto de Educação Filhos de Oliveira - INEFIO

Nenhum comentário:

Empreendedoras de Itaituba vencem Prêmio do Sebrae estadual

Por Jota Parente Empreendedoras de Itaituba estão entre as três vencedoras da etapa estadual do Prêmio Sebrae Mulher de Negócios, premiação...

Postagens mais visitadas