19 de out de 2015

Parte do garimpo Serra do Caldeirão, localizada em Pontes e Lacerda desmonorou.


Parte da Serra do Caldeirão, localizada em Pontes e Lacerda, desmoronou na tarde desta segunda-feira.  O local recebeu uma invasão de populares e garimpeiros nas últimas semanas por conta das informações de que a extração do ouro estaria facilitada.

A reportagem do Folhamax entrou em contato com a Polícia Civil da região e foi confirmado o deslizamento. As informações preliminares são de que, ao menos, 30 garimpeiros foram soterrados.

Neste momento, o Corpo de Bombeiros de toda a região está se deslocando a Serra do Caldeirão para fazer o resgate e prestar os primeiros atendimentos aos feridos. Ambulâncias também estão prestando socorros às vítimas.

As vítimas estão sendo encaminhadas para a Santa Casa de Pontes e Lacerda. As autoridades locais não confirmaram se existem mortos por conta do deslizamento de terra.
O garimpo de Pontes e Lacerda ganhou notoriedade nas últimas semanas, quando um popular revelou que achou 20 quilos de ouro na região. Desde então, o local, que chegou a ser chamado de “nova Serra Pelada” recebeu cerca de 5 mil pessoas que tentam melhorar de vida.

Na última sexta-feira, a Justiça Federal determinou a retirada dos garimpeiros da região. Isso porque, eles não possuem licença para explorar o metal e a região pode sofrer grande impacto ambiental. Além disso, o magistrado alertou para o risco de tragédias

A desocupação iria ocorrer a partir desta semana, quando as autoridades policiais fossem notificadas. Policiais rodoviários, inclusive, já vinham negociando a retirada pacífica com o garimpeiros.

(Carlos Doriléo/ Da Redação Folhamax)

JURUTI: Promotoria ajuíza Ação contra 14 reús no caso “mensalinho de Juruti”

A promotoria de Justiça de Juruti ajuizou Ação Civil Pública por ato de improbidade administrativa em face do ex-prefeito municipal, três ve...

Postagens mais visitadas