27 de jun de 2016

Santarém: Corrida nos CRAS para manter desconto na energia



Tem sido intensa a procura nos Centros de Referência em Assistência Social – CRAS, localizados no município de Santarém, oeste do Pará, para o recadastramento no Programa Tarifa Social de Energia Elétrica, do governo federal.
Na manhã desta sexta-feira (24), equipes da Celpa, juntamente com a CGB esteve no Centro de Assistência Social - CAS, localizado na avenida Sérgio Henn, para levar informações à população sobre o Programa. Uma das orientações prestadas foi como manter os dados atualizados no Cadastro Único para que as famílias não percam o benefício. A preocupação é que há prazo para o recadastramento e o limite é dia 30 deste mês.
Arlindo Marques, do bairro Santana, esteve no local e aproveitou para tirar algumas dúvidas. A partir das orientações ele vai se apressar para fazer o recadastramento na próxima segunda-feira (27). O desconto na tarifa de energia elétrica da casa dele, contribui para que o salário de ajudante de pedreiro seja utilizado em outras despesas familiar. Os descontos  nas tarifas vão de 10% a 65%. E são aplicados de forma cumulativa sobre cada parcela do consumo mensal de energia.
Conforme levantamento feito pela Celpa, em Santarém 1.320 famílias correm o risco de ficar sem o benefício. Em Itaituba o número chega a 1.254. Já no município de Altamira, a quantidade é mais baixa, chega a 542, mas a empresa trabalha junto com a Prefeitura Municipal para que esse quadro mude e todas as famílias que preencham os requisitos estabelecidos possam ser contempladas com o Programa.
Para atualizar os dados e se (re)cadastrar, os beneficiários devem procurar o Centro de Referência em Assistência Social -     CRAS, munidos de comprovante de residência; RG; CPF; Certidão de nascimento dos filhos beneficiados e carteira de vacinação das crianças menores de 5 anos.

Para o Executivo de Relacionamento da Celpa, Gilliard Vaz, a partir desta semana o traballho de esclarecimentos será intensificado.
Ele explicou que todas as pessoas que possuem o Número de Identificação Social – NIS e preenchem os pré-requisitos exigidos pelo governo, podem se cadastrar na Tarifa Social Baixa Renda.


Sobre a Tarifa Social de Energia Elétrica
É um benefício criado pelo Governo Federal, que concede descontos na conta de luz às famílias de baixa renda de todo o Brasil, até o limite de consumo de 220 kWh.
Tem direito à Tarifa Social, a Família inscrita no Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal, com renda familar mensal per capita menor ou igual a meio salário mínimo nacional e cadastro atualizado há menos de 2 anos, ou Família inscrita no Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal, com renda familiar de até três salários mínimos e cadastro atualizado há menos de 2 anos, que tenha portador de doença ou patologia cujo tratamento demande o uso continuado de aparelhos elétricos;Quem receba o Benefício da Prestação Continuada (Amparo Social ao Idoso ou Amparo Social à Pessoa com deficiência).

EM ITAITUBA: IDOSO DE 67 ANOS, FURA UM JOVEM ENGANADO NO PORTO DA BALSA

Na  tarde desta quinta-feira (19), o senhor José  Maria de 67 anos, furou o Jovem Luciano de Souza com uma perfuração  no braço  esquerd...

Postagens mais visitadas