12 de jul de 2016

Consumo de energia pode aumentar nas férias escolares

Foto Ilustrativa
De olho nesta situação especialista dá dicas de como economizar no período

De acordo com a Celpa, as mudanças de hábitos, que podem ocorrer em função das férias escolares, são capazes de alavancar um aumento no consumo de energia elétrica residencial. Estudos da concessionária destacam que no período é possível ter um acréscimo médio de até 3% nos gastos com energia. A situação determinante para que isso aconteça é o fato de que mais pessoas ficam dentro das residências, como as crianças, por exemplo.


Além das mudanças no dia-a-dia, as altas temperaturas do verão amazônico estimulam o uso mais frequente dos aparelhos de ar condicionado e também o consumo de extra de energia para freezers e geladeiras, para manter os alimentos mais resfriados. O líder da área de eficiência energética da Celpa, Hugo Cardoso, explica que o mais indicado é fazer o uso racional destes aparelhos nessa época do ano. “A dica é ensinar as crianças a fazer o uso correto dos aparelhos eletrodomésticos e evitar ao máximo os desperdícios”, diz Hugo.

Para reforçar estes pontos, a Celpa dá uma série de dicas de como economizar energia durante as férias com medidas simples, que podem representar um grande benefício ao orçamento doméstico no final do mês.

Confira:

AR-REFRIGERADO – Tido como um dos principais vilões do período, o aparelho pode representar até 40% do valor da conta de energia. O ideal e não deixar o refrigerador ligado em ambientes vazios; manter as janelas e portas fechadas quando estiver funcionando; ajustar a temperatura quando estiver muito resfriado e instalá-lo em locais protegidos do sol e com boa circulação.

GELADEIRA – São responsáveis por cerca de 30% do valor da conta de luz. Deve-se evitar abri-la e fechá-la a todo instante e não guardar alimentos quentes em seu interior.  Roupas secando atrás da geladeira também devem ser evitadas. Não colocar a geladeira próxima às paredes ou ao fogão.  Ela deve ser instalada em local ventilado e protegido do sol. A borracha da porta deve estar sempre em boas condições de uso, garantindo boa vedação.


ILUMINAÇÃO DA CASA – Pode representar cerca de 25% do custo mensal. O aconselhável é evitar acender lâmpadas durante o dia e preferir as fluorescentes ou de LED, pois são mais econômicas e duram cerca de 15 vezes mais que as incandescentes.

TELEVISÃO - Em média, representa 15% da conta. Deve-se desligar o aparelho quando ninguém estiver assistindo e evitar dormir com a TV ligada, programando para desligar automaticamente.

FERRO ELÉTRICO – É um dos grandes ofensores da conta de energia. A dica é acumular uma grande quantidade de roupa para passar de uma vez só e utilizar o equipamento com a temperatura indicada para cada tipo de tecido. É muito importante guardar as roupas lavadas esticadas, uma em cima da outra, para que fiquem menos amassadas. Desta forma gasta-se menos tempo com o ferro ligado.

LAVADORA DE ROUPA - Também não deve ser usada diariamente. Acumular uma grande quantidade de roupas para lavar de uma vez só é o ideal. Também é importante limpar periodicamente o filtro da máquina e usar a quantidade correta de sabão e água indicados para evitar a necessidade de repetir o enxágue.

COMPUTADOR - Utilizar o recurso de economia do monitor, clicando no menu iniciar da tela principal.

CHUVEIRO ELÉTRICO - Deve ser usado na posição verão. Fechar o chuveiro ao se ensaboar e limitar o tempo debaixo da água quente. Também é fundamental limpar periodicamente os furinhos do chuveiro.

BOMBA D’ÁGUA - É importante utilizar sempre a água armazenada em caixas d’água e não a água direto da bomba. A ligação elétrica da bomba deve ser feita por profissional de confiança, pois instalações malfeitas acarretam fuga de corrente e aumento de consumo.

PM prende em Jacareacanga foragido da justiça de Itaituba

No ultimo domingo (13),  Policiais Militares da UIPP de Jacareacanga prenderam Valdinei Cardoso Costa (foto). Contra ele há um mandado d...

Postagens mais visitadas