7 de jul de 2016

Santarém: Comunitários comemoram a chegada da Energia




Mais de 250 famílias de Santarém, que residem nas comunidades Santa Maria, São Pedro, Moriá, Congregação Betel, Corta Corda, Cícero Mendes e Bom Futuro, estão sendo contempladas com as ligações doPrograma Luz Para Todos. O programa é Federal e leva energia elétrica firme e de qualidade às comunidades rurais do Brasil. Realizado em parceria com as concessionárias de energia, no caso do Pará, a Celpa, em Santarém o Luz para Todos já conta com 10.592 ligações à rede de energia. 

Uma das pessoas beneficiadas pelo Programa, a comerciante Lucimar Lopes Araújo, 60 anos, moradora da comunidade Corta Corda, conta que a vida mudou depois que a energia chegou a sua casa e ao seu estabelecimento. “O comércio, que estava fechado, foi reativado e o restaurante, que atende moradores e pessoas que passam pela PA 370, agora, oferece opções variadas”, comemora Lucimar.


Dentro desse contexto da universalização da energia, a Celpa esteve na comunidade Corta Corda, uma das beneficiadas pelo PLpT, para prestar todos os esclarecimentos, principalmente em relação a primeira tarifa. Dúvidas sobre direitos e deveres, baixa renda foram esclarecidas. Cuidados com a segurança no uso da eletricidade foram amplamente abordados por um técnico da empresa.


Para Sérgio Ferreira de Sousa 59 anos, da comunidade Bom Futuro, a Celpa melhorou cem
por cento a vida dos moradores. “Hoje, nós comemoramos a chegada da energia de qualidade e isso é muito bom para o desenvolvimento da nossa comunidade”, festeja Zedmar.


RANKING – Em 2015, o Pará foi líder mais uma vez do ranking nacional elaborado pelo Ministério das Minas e Energia, divulgado neste ano, que elenca quais distribuidoras de energia realizaram mais ligações do Programa Luz para Todos. Até dezembro do ano passado, a Celpa ligou à rede de energia elétrica aproximadamente 16 mil famílias localizadas na zona rural do Estado.

Adicionar legenda
Diante da importância do programa para as comunidades rurais, ribeirinhas, pequenos agricultores e indígenas, é feito um pesado investimento nas obras do programa em todas as regiões. Em 2013 foram aplicados R$ 52 milhões e já nos anos de 2014 e 2015 houve um significativo aumento de recurso na ordem de R$ 416 milhões. Estes investimentos possibilitaram a construção de 16.653 quilômetros de rede de energia em todas as localidades do Pará.

JURUTI: Promotoria ajuíza Ação contra 14 reús no caso “mensalinho de Juruti”

A promotoria de Justiça de Juruti ajuizou Ação Civil Pública por ato de improbidade administrativa em face do ex-prefeito municipal, três ve...

Postagens mais visitadas