18 de out de 2016

Brasil: Seis prefeitos indígenas eleitos nas eleição desse ano.

O resultado das eleições municipais de 2016 não foi muito favoravel aos povos indígenas. Esse ano, alguns indígenas foram eleitos em todo Brasil, principalmente na região norte do Brasil, mas o numero de indígenas eleitos, foi inferior da eleição passada.

Em Jacareacanga, Hans Munduruku foi eleito vice-prefeito, pelo PSC. Os Munduruku também elegeram o tucano Giovani Kaba, vereador mais votado no município, Elinaldo Crixi (PMDB) e Gerson Barbosa Manhuary Munduruku (PT). Vários Kayapó tentaram se eleger no sul do Pará, sem sucesso. No Amapá, a Rede elegeu como vereador Jawaruwa Waiãpi, no município de Pedra Branca do Amapari.

O Acre elegeu o primeiro prefeito indígena de sua história. O professor Isaac Piyãko (PMDB), de 44 anos, da etnia Ashaninka, concorreu pela primeira vez ao cargo majoritário no município de Marechal Thaumaturgo, que faz fronteira com o Peru, e venceu o atual prefeito, Aldemir Lopes, do PT. Isaac Piyãko (PMDB) é um dos seis prefeitos indígenas eleitos no Brasil. Ele foi o quinto mais bem votado entre os candidatos indígenas eleitos no país, com 4.094 votos válidos. Em primeiro lugar ficou o indígena de Pernambuco Rossine Blesmany dos Santos Cordeiro (PSD), com 12.454 votos. Os dados são do Tribunal Superior Eleitoral (TSE).

Três indígenas da etnia Xerente foram eleitos em Tocantínia (TO): Valci Xerente (SD), Ivan Xerente (PV) e Raimundo Xerente (PSDB). O município tem a língua Akwé Xerente como oficial. Em Sandolândia (TO), Cristina Karaja (PSB) foi a segunda mais votada para a Câmara. Formoso do Araguaia (TO) elegeu Robson Haritianã (PRTB).



Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial

TRE do Pará recebe condecoração por trabalho nas eleições do Amazonas

Em sessão solene realizada na última quarta-feira (13), a Corte do Tribunal Regional Eleitoral do Amazonas concedeu a Medalha do Mérito...

PortalBuré

Portal Buré © 2016. Tecnologia do Blogger.