24 de out de 2016

Eleitor tem até o dia 1º de dezembro para justificar ausência no primeiro turno das eleições

Quem não compareceu para votar e não justificou o voto no último domingo (03), no primeiro turno Eleições Municipais, tem até o dia 1º de dezembro para apresentar a justificativa da ausência. O prazo máximo para a entrega do Requerimento de Justificativa Eleitoral (RJE) após o pleito é de 60 dias após o pleito.

O eleitor deve levar o RJE a um cartório eleitoral ou enviar o documento pelo correio ao juiz da zona eleitoral onde o eleitor está inscrito. De acordo com o Tribunal Superior Eleitoral (TSE), o prazo é contado a partir da data de cada turno, já que a justificativa é válida somente para o turno ao qual o eleitor não compareceu por estar fora de seu domicílio eleitoral.


Quem não compareceu para votar ou justificar em três eleições consecutivas e não quitar a multa terá sua inscrição cancelada. Já que para efeitos de cancelamento, cada turno é considerado uma eleição. Em todo o estado, 950.312 eleitores, o equivalente a 17,25% não compareceram, neste domingo (02), para votar. O eleitor poderá obter mais informações e preencher o formulário para justificativas no site do Tribunal Regional Eleitoral do Pará

Sistema Justifica
O eleitor também pode justificar o voto de forma online por meio do "Sistema Justifica", basta acessar o linke seguir às orientações. O requerimento recebido por meio do Justifica será submetido à apreciação do Juiz Eleitoral. No sistema, o pedido recebe um código para que o eleitor possa fazer o acompanhamento via internet.

Após a apreciação, a decisão do Juiz Eleitoral será registrada no sistema, inclusive para os requerimentos em diligência, a fim de possibilitar que o eleitor possa acompanhar o andamento de seu pedido, bem como a obtenção de certidão de quitação eleitoral, caso não haja outro impedimento registrado no histórico de sua inscrição eleitoral. O eleitor será avisado da decisão por meio do e-mail informado.

É importante que o eleitor preencha todos os campos corretamente, pois caso haja erros, o sistema não identificará o requerente e a justificativa não será considerada válida, ou seja, o eleitor continuará em débito com a Justiça Eleitoral.

Empreendedoras de Itaituba vencem Prêmio do Sebrae estadual

Por Jota Parente Empreendedoras de Itaituba estão entre as três vencedoras da etapa estadual do Prêmio Sebrae Mulher de Negócios, premiação...

Postagens mais visitadas