18 de out de 2016

Tribunal do Júri condena dois acusados de assassinato

Em mais um júri popular ocorrido em Itaituba foi levado a julgamento na última quinta feira (14),  Elízio Alfredo (foto que trabalhava vendendo picolé, e matou no dia 17 de agosto de 2015, na travessa Justo Chermont com 7ª Rua do bairro Bela Vista, Claudiana Rego Silva, que morreu ao dar entrada no HMI.

Elízio Alfredo foi condenado a 12 anos de reclusão pelo homicídio e continua encarcerado no presídio de Itaituba.


Já a quinta feira (13) da semana passada, a justiça de Itaituba realizou o julgamento de Jhon Wesley Sousa Rocha( foto) , acusado de matar a facada Anderson da Silva Pontes, crime ocorrido na madrugada do dia 31 de janeiro, no antigo clube do Boteco do Fabão, que funcionava no bairro da Liberdade.

Jhon foi condenado pelo Tribunal do júri a 14 anos de reclusão  e continua recolhido na casa penal de Itaituba. 

Empreendedoras de Itaituba vencem Prêmio do Sebrae estadual

Por Jota Parente Empreendedoras de Itaituba estão entre as três vencedoras da etapa estadual do Prêmio Sebrae Mulher de Negócios, premiação...

Postagens mais visitadas