12 de dez de 2016

Itaituba: Detran leva Operação “Gênesis” ao município de Itaituba

O Departamento de Trânsito do Estado (Detran), por meio da Coordenadoria de fiscalização deflagrou a operação Gênesis, em parceria com os demais órgãos do Sistema Integrado de Segurança Pública e Defesa Social, no município de Itaituba no sudoeste paraense. A operação iniciou na quarta-feira, 07 e prossegue até dia 20. Durante este fim de semana as ações foram intensificadas, com ações fiscalizatórias das operações Duas Rodas e Lei Seca.

A operacionalidade da ação Duas Rodas, consiste em abordagens a condutores de motocicletas, onde são verificadas as condições de trafegabilidade da moto, o uso dos equipamentos de segurança, a documentação do condutor e do veículo, consulta a base de dados da instituição para ver se existe observação de furto ou roubo.

Já a operação Lei Seca, foi realizada nas vias de maior fluxo de veículos do centro de Itaituba, como as ruas Principal, Vigésima Nona, Trigésima Quarta, todas próximas à Orla da cidade e a casas de show. A ação encerou já na madrugada desta segunda-feira, 12. 

Como resultado, as operações apresentaram abordagem a 220 veículos, cerca de 6.81 % dos condutores que se submeteram ao teste no "bafômetro" cometeram crime de trânsito, o que resultou em 15 pessoas encaminhadas a Delegacia da Polícia Civil pelo crime previsto no artigo 306 do Codigo Brasileiro de Trânsito(CTB) - Conduzir veículo sob efeito de álcool – cuja penalidade é de detenção de seis meses a três anos, multa e suspensão ou proibição de se obter a permissão ou a habilitação para dirigir veículo automotor. 

Foram lavrados 69 autos de infração, dentre esses 39% por consumo de álcool com previsão no artigo 165 do CTB; 29% foram autuados por conduzir veículo com licenciamento em atraso (artigo. 230, V) e 18% sem possuir Carteira Nacional de Habilitação (CNH).

De acordo com o CTB, a penalidade para quem dirigir embriagado é de R$ 2.934,70. Também estará sujeito ao pagamento da multa, os suspeitos que se recusarem a fazer o teste com o etilômetro (bafômetro) mas apresentarem sinais de embriaguez. Demais penalidades são: a suspensão do direito de dirigir pelos próximos 12 meses. No caso de reincidência em menos de um ano, a multa será dobrada, chegando a R$ 5.869,40.


Para as ações realizadas em Itaituba, o Detran conta com efetivo de 20 agentes de fiscalização e demais parceiros, apoio de 04 viaturas e 01 unidade móvel, todas com etilômetro. Dados da Ciretran de Itaituba e do Hospital Regional apontam que em 2015 houve 361 vitimas de trânsito no município.

Ações complementares

Como sempre acontece nas grandes ações do Detran, equipes de agentes de educação da Coordenadoria de Educação (CED) para o trânsito do órgão e engenheiros de trânsito também estão no município de Itaituba desenvolvendo ações complementares, em busca de um trânsito seguro que possa garantir o ir e vir a todos, sem o caráter punitivo. A educação, com o projeto “Trânsitando nos Bares”, visitou 4 estabelecimentos de grande público, o que resultou na abordagem a 150 pessoas somente neste fim de semana e ainda realizou atividades lúdicas na orla da cidade voltada para criançase, mostrando a necessidade da cultura da segurança no trânsito.

Os agentes de Educação ficam no município até quinta-feira, 15, ministrando cursos para mototaxistas e desenvolvendo ações do Projeto Transitando nos Bares, curso para Mototaxistas e Motofretistas de Itaituba e região. Para esta capacitação foram inscritos 30 profissionais. O curso tem carga horária de 30 horas e conta com disciplinas como Noções de Legislação, Ética, Segurança e Saúde, além de Risco sobre Duas Rodas. No final os alunos farão o exame prático. O objetivo é qualificar profissionais que tenham interesse em ter a concessão do Município para trabalhar como mototaxista/motofretista. O pré-requisito exigido é ter mais de 21 anos e ser habilitado há mais de dois anos na categoria A


O Projeto Transitando nos Bares, já bastante conhecido na capital, foi intensificado neste segundo semestre em municípios do interior do Estado. Agora chega a Itaituba onde percorre a estabelecimentos da cidade, com o objetivo de reforçar a valorização da vida e a sensibilização, principalmente entre os jovens, sobre o tema, com o intuito de promover uma mudança cultural que salva vidas no trânsito. As ações são desenvolvidas com base na orientação de condutores e passageiros, realização do teste para dosagem alcoólica, após o resultado do teste, os agentes repassam informações sobre os níveis de alcoolemia previstos na Lei Seca e distribuem folders com explicações didáticas sobre a dosagem alcoólica que tipifica a infração e o crime de trânsito. Quando o índice de álcool é considerado alto, os agentes orientam o condutor a eleger o "motorista da rodada", que também faz o teste com etilômetro para comprovar que está apto a conduzir o veículo.


Engenharia implementa mudanças
Dois engenheiros de trânsito do departamento também estão no município trabalhando em parceria com os técnicos da Coordenadoria Municipal de Trânsito de Itaituba (Comtri). O objetivo da visita técnica é mapear os principais pontos onde os acidentes de trânsito são frequentes, fazer uma análise em conjunto com os técnicos dos municípios, para então implantar a sinalização, vertical e horizontal. No decorrer da semana passada foram implantados dois semáforos em pontos estratégicos localizados em um dos principais corredores que cortam a cidade, antiga reivindicação dos pedestres que diariamente se arriscavam para atravessar a via.

O diretor Técnico e Operacional do Detran, Walmero Costa, ressalta a importância da realização de ações de fiscalização de trânsito de forma integrada. “A a missão de Itaituba, por exemplo, foi planejada tomando como base os dados da Secretaria Adjunta de Inteligência e Análise Criminal (SIAC). Os dados do Siac de agosto a novembro deste ano, apontam que no município os acidentes de trânsito se intensificam aos fins de semana e as causas estão relacionadas à imperícia, embriaguez e imprudência. Dessa forma intensificamos as ações de fiscalização de sexta até a madrugada da segunda-feira”, ressaltou.


Quanto a participação integrada com a Coordenadoria de Educação e Engenharia de Trânsito, Costa lembra que o trânsito se sustenta em três pilares: Educação, Engenharia e Fiscalização. “Ações conjuntas e permanente entre os três setores é extramente necessária, pois os mesmos estão envolvidos diretamente na mobilidade urbana. Também aproveitamos para pedir a colaboração do cidadão. Não há como pensar em um trânsito seguro para todos se não respeitarmos o direito de ir e vir do outro. E aí entram as ações educativas com objetivo de alertar para o cumprimento das leis de trânsito, como atravessar na faixa, respeitar os sinais luminosos e outras regras que são básicas mas ainda são bastante desrespeitadas', frisa o diretor. 

Asdecom/Detran/PA

Briga em barco que retornava do Parana Miry termina em morte na orla de Itaituba

No fim a tarde do último (20), ocorreu um homicídio na orla, próximo o porto da Sonda. Segundo relatos de outros passageiros de ...

Postagens mais visitadas