25 de ago de 2016



Uma ação conjunta do Ministério Público do Pará, Ministério Público Federal e Defensoria Pública foi realizada no final de semana (19 a 21/08) em aldeias Munduruku do município de Jacareacanga. A “Caravana de Direitos dos Povos Indígenas” emitiu documentos de união estável, registros de nascimento e retificou registros feitos no cartório de Jacareacanga, que não respeitavam a língua e grafia tradicionais do povo Munduruku. As aldeias atendidas somam cerca de 1.500 habitantes.
O atendimento do MPPA foi feito pelo programa Ministério Público e a Comunidade de Santarém, por meio da promotora de justiça Lilian Braga. Pelo MPF, atuou a procuradora da República Janaina Andrade, e pela Defensoria Pública, Johny Giffoni. A ação teve apoio da Funai de Itaituba, Projeto Cidadania, Propaz, Secretaria de Estado de Justiça e Direitos Humanos e Diocese de Itaituba. Foi levado para as aldeias todo o material e equipamento para que os documentos fossem emitidos de imediato.


Na tradição Munduruku, somente a etnia do pai deve constar no nome, grafado de acordo com a língua tradicional. O MPF de Itaituba recebeu denúncias dos índios, de dificuldades para registrar as crianças com os nomes tradicionais no Cartório de Registro Civil e Notas de Jacareacanga. Na quarta-feira, 17/08, o MPF recomendou ao Cartório para que cumpra as normas legais e faça o registro civil de índios da etnia Munduruku conforme a língua e a grafia tradicionais.



Durante a ação foram feitos registros de crianças ainda sem o documento, de adultos que não puderam fazer o procedimento no prazo, e retificados os registros que estavam com grafia e nomes em desacordo com a tradição Munduruku. Alguns aguardavam há anos para a retificação, como Augusta Kaba Munduruku, que esperou três anos para corrigir seu nome no documento.


O primeiro registro expedido na ação foi de Jardilene Akay Munduruku, nascida em 17 de abril de 1998, na aldeia Jardim Kaburuá. Já Hortulana Kaba Munduruku, de 82 anos, recebeu pela primeira vez o documento. Ela nasceu em 27 de abril de 1934, na aldeia Missão Cururu.

Também foram feitas cerca de 170 documentos de União Estável. Leuza Munduruku e seu companheiro foram um dos casais que regularizaram a união. Leuza é líder reconhecida mundialmente pela luta em favor dos povos da floresta e já recebeu o Prêmio Equador, concedido pela Organização das Nações Unidas (ONU).


Para a promotora de justiça Lilian Braga, foi gratificante ver a receptividade do povo Munduruku. “Ao final, um dos caciques disse que gostariam de demonstrar a consideração deles pelo nosso trabalho e nos presenteou com adornos, o que é uma grande honraria”, conta.





Lila Bemerguy, de Santarém
Fotos: Equipe MPPA/MPF

MPF recomenda atendimento à saúde dos indígenas Apiaká em Itaituba (PA)


O Ministério Público Federal no Pará (MPF/PA) encaminhou recomendação ao Distrito Sanitário Especial Indígena (Dsei) Tapajós para que a unidade do Ministério da Saúde preste atendimento à saúde dos indígenas da etnia Apiaká, de Itaituba, no sudoeste paraense.


Informações relatadas por lideranças da comunidade Pimental, que se autorreconhecem como índios da etnia Apiaká, denunciam o não atendimento de saúde pelo Dsei.
Para o MPF, a responsabilidade da promoção de saúde e saneamento básico, em caso da presença de populações indígenas, em áreas regularizadas ou não, é da Fundação Nacional de Saúde.

A recomendação esclarece que a promoção da saúde da comunidade indígena, através de iniciativas governamentais, deve se dar conforme estabelece a Constituição Federal de 1988.

“Considero que os direitos indígenas, incluídos nestes o atendimento à saúde pelo subsistema à saúde indígena, não pode ser recusado àqueles que, embora possuem consciência de sua identidade indígena e assim se afirmam, vivem em terras cujos procedimentos demarcatórios ainda não tenham sido concluídos ou sequer iniciados pelo órgão competente”, frisa o MPF no texto da recomendação.

A recomendação foi encaminhada ao Dsei nesta quarta-feira, 24 de agosto. Assim que receber oficialmente o documento, o Dsei terá dez dias para apresentar resposta ao MPF. Se a resposta não for apresentada ou for considerada insatisfatória, o MPF pode tomar providências que considerar necessárias, incluindo a judicialização do caso.

Ministério Público Federal no Pará
Assessoria de Comunicação

João Otávio de Noronha toma posse na Corregedoria Nacional de Justiça

“Não medirei esforços para garantir a transparência administrativa e processual com o propósito de que a Justiça fique em dia com a sociedade”, afirmou o ministro João Otávio de Noronha, ao tomar posse no cargo de corregedor nacional de Justiça na noite desta quarta-feira (24/8), em cerimônia realizada na sede do Superior Tribunal de Justiça (STJ). A solenidade foi conduzida pelo presidente do Supremo Tribunal Federal (STF) e do Conselho Nacional de Justiça (CNJ), ministro Ricardo Lewandowski, e contou com a presença de autoridades dos poderes Judiciário, Legislativo e Executivo, além de integrantes do Ministério Público e da advocacia.
Ao destacar a importância do trabalho desenvolvido pelo CNJ, Noronha afirmou que a principal função do colegiado não é punir, mas garantir aos magistrados a possibilidade de exercerem a judicatura de maneira independente. “O papel primordial é proteger, blindar o juiz das influências externas, para que ele possa exercer sua atividade de forma livre e responsável”, disse. O novo corregedor enalteceu a importância da imprensa livre, mas criticou o que classificou de “ditadura da informação falsa” que, muitas vezes, age com o objetivo de intimidar a atuação da magistratura.
O discurso de posse ressaltou ainda a relevância das atividades desenvolvidas pela Corregedoria Nacional de Justiça. “É um órgão vital do sistema judiciário brasileiro que atua na orientação, ordenação e execução de políticas públicas voltadas à atividade correcional e ao bom desempenho da atividade dos tribunais e juízos do país”, enfatizou Noronha.
O ministro lembrou que apesar de historicamente o trabalho das corregedorias estar associado à atividade de fiscalização, os compromissos da Corregedoria com o Poder Judiciário são mais amplos. “Não pode o corregedor, apressadamente, se manifestar sobre os casos ou atos praticados pelos integrantes da magistratura sem antes investigar. Não é hora mais de estarmos na mídia adjetivando os nossos magistrados, mas de investigar com isenção. Não prego de forma alguma tolerância com a corrupção, com a leniência, com a preguiça, com a indolência de qualquer magistrado, mas prego o respeito com a atividade”, afirmou.
Escolas de formação – O fortalecimento das escolas de formação da magistratura foi apontado por João Otávio de Noronha como importante instrumento para a melhoria da prestação jurisdicional no país. “Precisamos colocar o juiz nas escolas. É preciso um grande investimento, não apenas na formação, mas, sobretudo, no aprimoramento do juiz brasileiro. É hora de tirá-lo do gabinete, de fazer com que ele conheça os problemas da sociedade. Por isso, a necessidade de se prestigiar as escolas de formação. Somente mediante esse investimento na formação do juiz vamos melhorar a qualidade e a eficiência da Justiça brasileira”, ressaltou.
Ministro do STJ desde 2002, Noronha ficará afastado dos julgamentos da 3ª e da 2ª Seção pelos próximos dois anos. O ministro já ocupou a função de corregedor-geral da Justiça Federal, de 2011 a 2013, e de corregedor-geral da Justiça Eleitoral, entre 2013 e 2015.
Agradecimento – Ao transmitir o cargo ao novo corregedor, a ministra Nancy Andrighi fez um breve resumo de sua atuação à frente da Corregedoria Nacional de Justiça e agradeceu aos colegas e servidores que a ajudaram durante o seu mandato. Ela destacou o desafio de analisar mais de 13 mil procedimentos em dois anos e também a modernização de expedientes. “Implantar o sistema de correição e inspeção virtual para mim era um sonho. É por essa razão que sistematicamente repito: é proibido ao juiz envelhecer”, disse.
Thaís Cieglinski
Agência CNJ de Notícias

Informativo Celpa: Fuga de energia requer atenção

A evasão de corrente elétrica favorece o desperdício e variações na medição de consumo
Instalações elétricas antigas, precárias, com emendas e com aterramento irregular podem estimular o fenômeno conhecido como fuga de energia, que acontece quando há problemas no isolamento das fiações e conexões. Além do desperdício e o uso de energia elétrica de forma irracional, os cidadãos também devem atentar para as falhas nas instalações internas, pois todos são fatores que podem influenciar no valor da conta de energia.
A exemplo do que ocorre nos vazamentos de água, a evasão de corrente também é registrada pelo medidor, e o consumidor paga por algo que não utilizou.Para saber se há algo de anormal, deve ser analisado o consumo registrado em nas contas mensais. Caso haja uma diferença muito grande e súbita, sem que tenha acontecido uma mudança na rotina, como, por exemplo, a compra de um equipamento ou de algo que exija um gasto maior de energia, então é provável que exista algum problema nas instalações elétricas. Outra situação que pode ocorrer é o consumo aumentar aos poucos todos os meses, mesmo que não haja uma justificativa.
De acordo com o executivo da área de Recuperação de Energia da Celpa, River Gomes, há algumas orientações básicas para que a situação seja resolvida. “O que recomendamos é que seja feita uma revisão das suas instalações elétricas a cada cinco anos, mas isso pode variar de acordo com o material que ele usou. Se for de boa qualidade, vai durar mais tempo e, provavelmente não haverá fuga”, explica o executivo.
As instalações elétricas internas são de responsabilidade do cliente, então, somente após verificar com um eletricista particular que não existem problemas internos, o consumidor deve acionar a concessionária de energia. “A equipe da empresa pode ir ao local e ver se o problema é no medidor. Caso o problema seja esse, o equipamento será trocado sem ônus para o cliente”, informa River.
SEGURANÇA - A fuga de corrente elétrica ainda pode causar outros transtornos além dos financeiros. É necessário ter muito cuidado com algumas situações, como, por exemplo, quando a fuga ocorre em emendas nas instalações elétricas internas. Isso pode causar choque e dependendo da situação pode até acarretar em um incêndio.
DICAS:
- Evite emendas com fitas que não sejam isolantes, como a crepe, durex e esparadrapo.
- Não deixe os fios desencapados, principalmente em local sujeito a alagamento.
- As instalações elétricas precisam passar por revisão e manutenção preventiva realizada por profissional qualificado, no mínimo a cada cinco anos.
- Jamais utilize moedas, fios, lâminas de estanho ou alumínio no lugar de fusíveis e disjuntores.
- Evite o uso de fios muito finos para a instalação dos chuveiros e siga sempre a fiação recomendada pelo fabricante.

23 de ago de 2016

POR QUE A ADMINISTRAÇÃO DA PREFEITA ELIENE NUNES INCOMODA TANTO OS PODEROSOS DE ITAITUBA?

Em campanha eleitoral, oportunistas e aventureiros em busca de projeção para suas candidaturas tentam macular a imagem da atual gestão, que tem mudado, mas para muito melhor o município de Itaituba. 

Mentir se tornou a nova arma daqueles que nunca fizeram nada pelo município de Itaituba. Alias que fazem sim, mas o único trabalho de ancorar na campanha difamatória contra a gestão que realizou e realiza trabalhos em prol da população de Itaituba.

Enquanto isso, a prefeita Eliene Nunes aproveita a oportunidade para mostrar, mais uma vez, os resultados do seu trabalho. Vejamos o que tem incomodado os adversários! O município de Itaituba está em 5º lugar no Oeste do Pará, em responsabilidade fiscal, isso se deve aplicação corretamente dos recursos, 

Todos os recursos captados ao município de Itaituba são aplicados em benefício de sua população, seguindo todos os critérios de transparência e de responsabilidade fiscal. Isso foi reconhecido pelos órgãos avaliadores.

Foi o compromisso e responsabilidade da prefeita Eliene Nunes que proporcionou avanços nunca antes alcançados no município de Itaituba. 

A vida das pessoas de Itaituba melhorou, veja alguns trabalhos que proporcionaram o bem estar a população: foram mais de 50 kilometros de asfalto de boa qualidade, postos médicos construídos, tudo no padrão de exigência do Ministério da Saúde, escolas devidamente reformadas e ampliadas ficando todas no padrão MEC, foram varias passarelas reformadas, já que não tinham mais condições de uso. Com tanto trabalho, dá para saber quem é que está em desespero! 

A turma que não comemora os avanços do município de Itaituba; a turma que não quer ver Itaituba melhor; a turma do quanto pior melhor. Enquanto isso, a prefeita Eliene Nunes trabalha e a vida dos Itaitubenses, melhora.

Informativo Celpa: Cuidados com a fiação elétrica na hora de construir

As maiores causas dessas ocorrências estão ligadas a realização de trabalhos muito próximos a rede de energia

Os números de acidentes envolvendo procedimentos incorretos quanto à energia elétrica servem de alerta para a população. De acordo com a Celpa, somente em 2015, foram registradas 23 ocorrências em todo o estado do Pará, sendo que 14 foram fatais. Esses acidentes geralmente estão relacionados ao descumprimento de normas de segurança na construção civil, ao manuseio da rede elétrica por pessoas não habilitadas, ao furto de energia, entre outros fatores.

Segundo o executivo da área de segurança da Celpa, Alex Fernandes, a maioria dos acidentes poderia ser evitado se as pessoas tomassem as devidas precauções. “Uma das maiores causas desses imprevistos está ligada a execução de serviços muito próximos à rede, a exemplo de construções, reformas, pinturas e manutenção de fachadas. Outro fator determinante são os procedimentos relacionados ao furto de energia, onde, na maioria das vezes, pessoas não habilitadas entram em contato com a rede elétrica para realizar a fraude”, explica o executivo.

O ideal é que as edificações mantenham uma distância de, no mínimo, 1,7 metro da fiação elétrica. Nos casos em que o imóvel possua dois pavimentos, com sacada, essa distância deverá ser de 3,0 metros. Já as placas de publicidade, onde periodicamente trabalhadores fazem ações, a distância da rede deverá ser também de 1,7 metros, no mínimo.

O risco de acidente nesses casos é grande, já que por um descuido a pessoa que está trabalhando pode ter algum contato ou até mesmo encostar algum material metálico na rede. “Existem basicamente dois grandes riscos para a população: um é o contato acidental dos materiais metálicos com a rede, e o outro é a proximidade, já que em determinados níveis de tensão não é necessário tocar na rede para levar uma descarga”, explica Alex Fernandes.

Segundo o executivo, antes de se fazer qualquer construção, a pessoa responsável sempre deve verificar a localização da rede de distribuição de eletricidade e manter a distância. “Tomando todos esses cuidados podemos minimizar consideravelmente os números de acidentes provocados pela falta de atenção com a rede elétrica. E reforçamos que somente profissionais habilitados podem fazer procedimentos na fiação”, finaliza Alex.

Confira algumas dicas de segurança para prevenção de acidentes:

-Evitar qualquer tipo de serviço próximo à rede elétrica.
-Nunca toque em aparelhos elétricos com as mãos ou pés úmidos nem os utilize em locais molhados;
-Não instale antenas de TV perto da rede elétrica;
-Sempre contrate um eletricista para realizar consertos nas instalações elétricas internas de sua residência.
-Faça uma revisão na rede elétrica a cada cinco anos;
-Jamais deixe aparelhos elétricos ao alcance de crianças;

-Não utilize benjamins e extensões improvisadas. Isso provoca sobrecarga e problemas nas instalações elétricas. Prefira extensão em paralelo.

Palestra sobre crise política e mídia nos 10 anos de Jornalismo do Iespes


Doutor em Mídia e Conhecimento, o jornalista e professor Samuel Lima profere palestra hoje a noite no Iespes (Instituto Esperança de Ensino Superior) sobre o tema “O papel da mídia na crise política”, no auditório da instituição.
O evento, aberto ao público e com início as 19h, faz parte das comemorações dos 10 anos do curso de Jornalismo da faculdade santarena.
O coordenador do curso é Milton Mauer.
Fonte: Jeso Carneiro

Itaituba: Detento é encontrado morto na Casa Penal de Itaituba

Na ultima segunda-feira, o detento da Casa Penal de Itaituba Elienay Carvalho, 22 anos, que participou de um principio de motim e tentou fazer refém um agente prisional, que foi ferido com um estoque no último dia 19, foi encontrado enforcado em uma cela da Casa Penal de Itaituba.


A vice-diretora da Casa Penal, informou que o mesmo praticou suicido por enforcamento com utilização de um lençol. Elienay solicitava que fosse transferido para seu estado de origem, já que disse que era maltratado na Casa Penal de Itaituba. O detento respondia por homicídio. 

Malversação do dinheiro publico Fuzica eleito por 99% da população como o pior prefeito da historia de Aveiro

No Município de Aveiro, continua a falta de administração com a coisa publica por parte do atual prefeito. Um dos exemplos da má administração do dinheiro publico é a construção inacabada de uma Unidade Básica de Saúde na vila de Fordlândia, obra que já deveria ter sido concluída mais que está abandonada pelo poder publico de Aveiro.

Uma obra orçada em R$ 412. 134, 87, que está parada a meses, obra inacabada que já deveria ter sido entregue a população. Nossa equipe de reportagem investigou a situação e descobriu que um dos motivos da obra ter sido paralisada foi a falta de pagamento por parte da prefeitura pelo serviço já feito no local.

Enquanto a obra de tão grande importância está paralisada, na vila de Fordlândia, funciona uma unidade de saúde com péssimas condições, na beira de uma rua, local improprio para atendimento a saúde da população, haja vista que a casa alugada  para atender o serviço de saúde fica localizada praticamente na entrada da cidade, Transfordlândia, onde a poeira toma conta do local causando danos a saúde das pessoas.

Depois que fizemos essas imagens a prefeitura mandou limpar o local, mais uma vez fica registrado a má administração do atual prefeito que quando ainda candidato criticava todos os prefeitos que passaram por Aveiro e perseguia, um dos exemplos foi a ex prefeita Gorete Xavier que depois de muita perseguição ele conseguiu através de uma ação na justiça tirar a mesma do poder no mandato passado. Gorete atualmente se juntou com Fuzica que tanto a perseguiu e a retirou do poder  para apoiar o atual prefeito para uma improvável reeleição haja vista que atualmente contradizendo oque ele fala pelos quatro cantos do município que já está reeleito, 99% da população já o elegeu como o pior prefeito da historia politica de Aveiro.

Fon te: Guia do Tapajós

22 de ago de 2016

MPF recomenda ao cartório de Jacareacanga (PA) que faça registro de nomes indígenas


O Ministério Público Federal (MPF) enviou recomendação ao Cartório de Registro Civil e Notas de Jacareacanga, no sudoeste do Pará, para que cumpra as normas legais e administrativas, fazendo o registro civil de índios da etnia Munduruku conforme a língua e a grafia tradicionais desse povo. Os índios relataram ao MPF que vêm encontrando dificuldade em fazer os registros das crianças com os nomes tradicionais.

O MPF alerta o cartório que o Brasil é um país pluritétnico por previsão constitucional e os assentos de nascimento de indígenas devem ser lançados nos livros de registro de acordo com a escolha dos próprios índios. O registro com nomes tradicionais está previsto em resolução conjunta do Conselho Nacional de Justiça (CNJ) e do Conselho Nacional do Ministério Público (CNMP).

A resolução prevê ainda que a aldeia de origem do indígena e a de seus pais poderão constar como informação de naturalidade na certidão e a própria etnia pode ser registrada como sobrenome. Em casos de grupos indígenas que têm como costume mudar de nome ao longo da vida, a mudança também deve ser averbada à margem do registro, independente de autorização.

O MPF lembra que, se houver recusa do cartorário em fazer o registro conforme ordena a resolução, se trata de violação da Constituição brasileira, da Convenção 169 da Organização Internacional do Trabalho (OIT) e da Declaração das Nações Unidas sobre os direitos dos povos indígenas. Em caso de dúvida sobre os registros, o cartorário pode comunicar qualquer situação ao MPF e à Fundação Nacional do Índio (Funai) para que adotem as providências necessárias.

O MPF também advertiu que, em nenhuma hipótese, o notário pode reter ou acautelar documentos pessoais de indígenas. O cartório de Jacareacanga tem dez dias para responder à recomendação.


Ministério Público Federal no Pará
Assessoria de Comunicação

Suspeitos de homicídio no garimpo Torrão (Jacareacanga) sao presos pela PM


Os dois presos, Claudio Alves da Silva, 36 anos e Aias Branibruch da Silva, 28 anos, são suspeitos de na tarde do ultimo sábado (20), por volta das 15 horas, assassinarem a tiros de revolver e espingarda Raimundo José Teixeira, 45. Os dois foram presos no ultimo domingo, por volta da 9 horas na comunidade do Penedo quando fugiam em uma voadeira . Os acuados foram presos pela guarnição destacada em Jacareacanga.

Motivação - Os militares que prenderam os suspeitos, levantaram que vítima e acusados trabalhavam juntos e o que levou ao crime seria o uso de álcool e a desconfiança de que a vítima teria contado à mulher de um dos acusados, que ele teria curtido durante uma festa com outra mulher.

Informações RPI

18 de ago de 2016

Itaituba: Detento tentou criar rebelião na Casa Penal

Um princípio de rebelião na casa Penal de Itaituba, deixou um agente penitenciário ferido. O detento, que segundo informações é o homicida, conhecido por  Elienay Carvalho, que é natural do estado do Paraná. Elienay, rendeu o agente penitenciário e tentou criar um principio de rebelião, na Casa Penal de Itaituba, sendo logo sufocada pela PM de guarda e agentes penitenciário.. 

Levado para a  delegacia de Itaituba, disse que realizou o ato sozinho, e inocentou os companheiros de cela. O agente penitenciário, furado com um estoque, já foi medicado e passa bem.

Segundo informações da direção da Casa Penal, o principio da rebelião, foi Pavilhão da ala A , onde não conseguindo apoio dos outros presos, foi para cima de um agente, onde o mesmo foi ferido. Depois de uma rápida negociação, os detentos, soltaram o agente.

A informação é, que o detento quer ser transferido para sua cidade de origem. Na delegacia de policia, alegou maus tratos e morosidade da justiça. Elienay Carvalho cumpre pena por homicídio. 

O homicídio aconteceu em Rondonia em 2011.

Caixa abre vaga para estágio

A Caixa Econômica Federal publicou um novo regulamento (02/2016) para a seleção e credenciamento de estagiários. Podem participar do processo os estudantes que estiverem com matrícula efetiva e cursando o 1º e 2º ano regular e EJA, nas seguintes formações:
– Cursos do Ensino Médio, Educação Jovens e Adultos, Técnico em Administração, Técnico em Finanças, Técnico em Secretariado, Técnico em Informática e Técnico em Informática (este somente para Brasília).
O valor da bolsa mensal varia de R$ 400,00 e R$ 500,00, por jornadas de trabalho de 20 a 25 horas por semana, mais o valor de R$ 130,00 para o auxílio transporte.
Os estágios serão realizados em municípios dos estados do Acre, Alagoas, Amapá, Amazonas, Bahia, Ceará, Distrito Federal, Espírito Santo, Goiás, Maranhão, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Minas Gerais, Pará, Paraná, Paraíba, Pernambuco, Piauí, Rio de Janeiro, Rio Grande do Norte, Rio Grande do Sul, Rondônia, Roraima, Santa Catarina, São Paulo, Sergipe e Tocantins.
As inscrições podem ser feitas até 1º de setembro de 2016, pelo site www.ciee.org.br. Não será cobrada taxa de inscrição.
Os inscritos serão selecionados por meio de provas on-line e entrevistas, ficando a primeira fase (provas on-line) para ser realizada até o último dia da inscrição, e a segunda (entrevistas) a partir do dia 3 de outubro de 2016.
Mais detalhes sobre o estágio na Caixa podem ser obtidos no link:
http://www.ciee.org.br/portal/estudantes/pe/pseletivo/index_caixa_ago16.asp

Itaituba: LIDA realiza reunião de preparativos visando o Campeonato Itaitubense 2016


Visando o inicio do Campeonato Itaitubense 2016, foi realizada na noite da ultima quarta-feira (17), na sede provisória da Liga Itaitubense de Desportos Atléticos – LIDA, na escola Mão Cooperadora, uma importante reunião, onde estiveram presente, além da diretoria da mentora Itaitubense, os representantes dos clubes e o representante do comandante do 53º Batalhão de Infantaria de Selva - BIS, Major de logística Kendel. 

O campo de Cabos e Soldados anexo a área do BIS, onde serão realizados os jogos do campeonato Itiatubense 2016, deverá passar por algumas adequações, por parte da mentora Itaitubense. Essas melhorias, foram solicitadas, pelo comando do BIS, com intuito de dar acomodações melhores, para os torcedores e simpatizantes do futebol itaitubense.

Muitos assuntos foram discutidos, entre eles, a posição do comando do 53º BIS, ali representado por um oficial de logística em relação ao local, onde será realizado o campeonato Itaitubense, já que será realizados algumas adequações, como: segurança nas arquibancadas, acomodações dos torcedores e outras situações.

Em contato com alguns dirigentes dos clubes que irão participar da competição, informaram que trarão alguns jogadores de fora, já que está aberto, para os clubes, inscreverem 3 atletas profissionais

O Campeonato Itaitubense, começa dia 11 de setembro e encera no dia 17 de dezembro, como uma expectativa de um público, maior que no ano passado.

Itaituba: Mulher embriagada tentar se jogar na frente de carros na 13 de maio.


Fotos: Breno Reis

Por volta das 22: 00 da noite da ultima quarta-feira (17), a central da policia militar, recebeu um chamado que uma senhora estaria querendo se matar, ao tentar se jogar na frente de alguns carros que passavam na 13 de maio, entre a 1ª Rua e a avenida Belém. Ao chegarem ao local, se deparam com a senhora que apresentava fortes sintomas de embriagues, antes a mesma teria tentado se jogar na frente do carro de uma magistrada, que passava pelo local.

Os motoristas que transitavam pela 13 de maio, ao perceberem da atitude da senhora, conseguiram parar o carro a tempo de evitar a tragédia. De acordo com testemunhas, a mulher aparentava estar embriagada.

Depois de orientações dos policiais militares que foram ao local, a senhora foi convencida a ser levada para sua casa, que foi feito por populares e vizinhos que conhecia a senhora. Os transeuntes e motoristas que passavam pelo local, ficaram apreensivo, já que a senhora, que estava completamente embriagada, parecia querer se suicida-se.

Itaituba: Mulher embriagada tentar se jogar na frente de carros na 13 de maio.


Fotos: Breno Reis

Por volta das 22: 00 da noite da ultima quarta-feira, a central da policia militar, recebeu um chamado que uma senhora estaria querendo se matar, ao tentar se jogar na frente de alguns carros que passavam na 13 de maio, entre a 1ª Rua e a avenida Belém. Ao chegarem ao local, se deparam com a senhora completamente embriagada, antes a mesma teria se jogado na frente do carro de uma magistrada, que passava pelo local.

Depois de orientações dos policiais militares que foram ao local, a senhora foi convencida a ser levada para sua casa, que foi feito por populares e vizinhos que conhecia a senhora. Os transeuntes e motoristas que passavam pelo local, ficaram apreensivo, já que a senhora, que estava completamente embriagada, parecia querer se suicida-se.

Pará registra mais de 800 focos de queimadas em uma semana


G1

Dados do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE) apontam que entre 8 a 15 de agosto deste ano o Pará obteve 809 focos de queimadas distribuídos em 82 municípios paraenses. As informações foram divulgadas pela Secretaria de Estado de Meio Ambiente e Sustentabilidade (Semas) nesta terça-feira (16). Segundo o INPE, na maior parte do estado houve ocorrências de focos de queimadas, destacando as regiões Sudeste e Sudoeste, sendo classificadas como risco de incêndio florestal de alto a crítico. 

Neste período, os municípios que obtiveram maiores registros de focos de queimadas foram: Altamira (140 focos), São Félix do Xingu (124 focos), Novo Progresso (103 focos) e Jacareacanga (70 focos). 

De acordo com o INPE, queimadas provocadas em florestas é considerado um crime ambiental. Conforme consta no artigo 50 do Decreto Federal 6.514/2008 incorre em infração destruir ou danificar florestas ou qualquer tipo de vegetação nativa ou de espécies plantadas sem autorização ou licença da autoridade ambiental competente, resultando em multas a partir de R$ 5.000,00 por hectare.

17 de ago de 2016

Empresa paraense ganha destaque nacional

Celpa é a única empresa do Pará no ranking das melhores para se trabalhar no Brasil

Pela primeira vez em toda sua história, a Celpa – Centrais Elétricas do Pará integra a lista das melhores empresas para trabalhar no Brasil, segundo pesquisa realizada pelo Instituto InternacionalGreat Place to Work® (GPTW), que em parceria com a revista ÉPOCA, da Editora Globo, divulgou nesta segunda-feira (15), em São Paulo, o Ranking das 150 Melhores empresas com esta característica.

Forte modelo de gestão e valores pautados em confiança são características fortes da Companhia. De acordo com a Diretora Corporativa de Gente e Gestão do Grupo Equatorial Energia, Carla Medrado, “a Celpa passa por um processo de transformação. Para isso se faz necessário o reforço do nosso modelo de gestão, o qual é pautado em práticas aderentes à cultura e em valores amplamente divulgados e vivenciados na empesa.

Ainda de acordo com Carla Medrado, com liderança forte, atuante e consciente de seu papel, “é possível construir um ambiente de confiança, onde os Valores Transparência e Foco em Gente são fortemente praticados. Por tudo isso, estamos muito felizes com esse reconhecimento”, comemora a diretora corporativa do Grupo.

A pesquisa avaliou o índice de confiança dos funcionários com relação a liderança, o quanto as pessoas tem orgulho do que fazem, além do relacionamento entre os colegas de trabalho. Trata-se de uma pesquisa global de avaliação do clima organizacional e que reconhece a Celpa como uma das “Melhores Empresas para Trabalhar” no Brasil.

Para o Presidente da Celpa, Nonato Castro, “com um novo modelo de gestão pautado nas melhores práticas de mercado, já se percebe uma consistente melhoria nos nossos indicadores de qualidade, principalmente em relação à energia que distribuímos. Contudo, sabemos que muito ainda temos a fazer e que o trabalho não para. Vamos continuar trabalhando forte para prestar um serviço com a qualidade que a população paraense espera e merece”.

Com a missão de “construir uma sociedade melhor, ajudando empresas a transformar o ambiente de trabalho”, o Great Place to Work® desenvolve a pesquisa Melhores Em­presas para Trabalhar em mais de 50 países, envolvendo organizações da América do Norte, América Latina, Europa, África, Oceania e Ásia. No mundo, a análise criteriosa de ambientes corporativos compreende 7 mil empresas, representando mais de 12 milhões de colaboradores. Em 2016, a edição brasileira bateu o recorde de inscrições, com 1.750 empresas avaliadas. Em 2015, foram avaliadas 1.500 empresas.

Novo modelo de gestão

A “Ênfase na Meritocracia” é um dos valores da Celpa, que ao longo de pouco mais de 3 anos de gestão pelo Grupo Equatorial Energia, implantou programas internos que tem a proposta de desenvolver, valorizar e reconhecer seus colaboradores. Assim, 74% da liderança é prata da casa. 

Com o Celpa Saudável, programa de qualidade de vida que, além de prestar assistência de medicina preventiva, acompanha pessoas com doenças como diabetes, obesidade e hipertensão, também mantém consultório médico, odontológico e academia nas dependências da empresa.

Promove capacitações constantes, Gestão por Competências e realiza Diagnóstico de Clima periódico com o objetivo de, junto com os colaboradores, mapear pontos fortes e oportunidades de melhoria dentro da organização.

A Equatorial Energia é uma holding com atuação no setor elétrico brasileiro, operando as distribuidoras Celpa – Centrais Elétricas do Pará e Cemar – Companhia Energética do Maranhão. Onde, a Cemar pelo sexto ano consecutivo é reconhecida pelo Instituto GPTW como uma das 12 Melhores Empresas para Trabalhar no Brasil. E agora a Celpa estreia neste seleto ranking.

Fonte: Núbia Pereira/Analista de Comunicação



Permanecem abertas as inscrições para bolsas de estudo em faculdades de Itaituba



                                                                                                                                                                                                                                            Ainda dá tempo de concorrer às vagas disponibilizadas pelo Mais Bolsas, programa de bolsas de estudo que concede descontos de até 50% para estudantes interessados em ingressar no ensino superior. Em Itaituba, há vagas para diversos cursos de graduação e pós-graduação, na modalidade a distância (EAD), em faculdades da rede particular de ensino.

“O Mais Bolsas trabalha em prol da inserção de alunos no ensino superior, por meio da concessão de bolsas de estudo em todo o Brasil. Há muitos que anseiam ingressar em uma faculdade, centro universitário ou universidade e que, por falta de condições financeiras, não conseguem custear uma mensalidade total”, revela José Araújo, gerente do programa.

Os interessados em concorrer a uma bolsa de estudo podem se inscrever nowww.maisbolsas.com.br, onde é possível escolher o curso e a instituição de ensino pretendida. Havendo vaga disponível, o candidato poderá ser aprovado de imediato.

Mais informações ou dúvidas podem ser adquiridas nos canais de atendimento, SAC ou central de atendimento, nos números 4007-2209 (capitais e regiões metropolitanas) ou 0800 002 5854 (demais localidades).

13 de ago de 2016

Suposto terrorista que vinha para Belém é detido

O suposto terrorista marroquino Rachid Rafaa, de 40 anos, apontado como membro do grupo terrorista Al-Qaeda, foi detido neste sábado (13), no navio Ana Beatriz no estado do Amapá. De acordo com informações da assessoria da Secretaria de Estado de Segurança Pública e Defesa Social do Pará (Segup), o detido vinha para Belém. 

O Centro Policial de Cooperação Brasil-França emitiu alerta para a suposta presença na divisa entre Amapá e Guiana Francesa do marroquino. Ele teria sido visto em Saint-Georges, limite com Oiapoque, a 590 quilômetros de Macapá, conforme informou a Polícia Civil do Amapá, que recebeu o comunicado na quinta-feira (4). Rachid Rafaa é considerado foragido da justiça francesa desde 26 de julho.

O terrorista começou a cumprir prisão em maio de 2014, na cidade de Morne Rouge, na Martinica, por uma suposta ligação com grupos extremistas. A princípio, segundo o comunicado da polícia francesa, ele não apresentaria perigo físico, mas é considerado um especialista em Tecnologia da Informação (TI) do grupo Al-Qaeda.

O grupamento fluvial da Segup foi comunicado da prisão de Rachid Rafaa. 

Polícia já havia emitido alerta
A Polícia Civil do Amapá já havia emitido um alerta passado, na segunda-feira (08), passado pelas polícias francesas sobre um possível suspeito de ligação com grupos terroristas na região de fronteira franco-brasileira. A foto do suspeito foi trabalhada pela segurança pública do Amapá.

De acordo com o delegado Charles Corrêa, da Polícia Civil de Oiapoque, a difusão da imagem do suspeito no Brasil começou na quinta-feira (04), por meio de informações repassadas pela polícia francesa. “Isso é algo de interesse nacional e de alerta máximo. Todas as polícias estão à procura do suspeito”, disse o delegado.

Identificado pela polícia francesa como Rachid Rafaa de nacionalidade marroquina e suposto membro de grupo terrorista, foi visto recentemente na fronteira franco-brasileira, segundo informações da Polícia Civil do Amapá.

No Amapá, em razão da fronteira com Guiana Francesa, os órgãos de segurança pública do Estado intensificaram as fiscalizações de forma integrada com as Polícias Federal, Polícia Rodoviária Federal, Polícia Civil, Militar e Exército Brasileiro.

(DOL com informações da Segup)