19 de fev de 2014

Policia Civil prende suspeito de mandar matar açougueiro e diz que ele foi morto por engano...


Na tarde desta terça feira, (18), uma equipe da Policia Civil de Itaituba, comandada pelo Delegado José Bezerra cumpriu dois mandados de prisão temporária, um contra o empresário (Karim Antônio Essuane Jarrus, de 54 anos) e outro contra (Francisco Ferreira dos Santos, de 42 anos), os dois são suspeitos de envolvimento direto na morte do açougueiro (Edvaldo Alves de Sousa).

O açougueiro Edvaldo Alves de Sousa foi morto com 06 tiros no dia (28/11/13) por volta das 18 horas em seu próprio açougue, localizado na travessa são José, entre 23ª/24ª rua do bairro bom remédio. Dois homens chegaram em uma moto e o carona desceu e efetuou 06 disparos contra Edvaldo que morreu na hora. O assassino antes de ir embora ainda deixou um bilhete com recortes de revista em cima do corpo do açougueiro, com os dizeres, “isso é pra você nunca mais mexe com mulher de homem seu muleque”. 

Logo após o assassinato a Policia Civil iniciou as investigações para desvendar o crime, pouco tempo depois se chegou à conclusão que Edvaldo não tinha nenhum inimigo que viesse a cometer tal crime. A hipótese mais provável era de que Edivaldo tinha sido assassinado por engano. A Policia descobriu que Edvaldo era amigo de (Marcelo Fernando da Silva), e que o mesmo tinha o porte físico de Edvaldo, se não bastasse também tinha um açougue ao lado do estabelecimento de Edvaldo. Em 2013; Marcelo e uma moça identificada por Evely foram contratados para trabalhar na empresa de  Karim Atônito (Distribuidora Sorriso). 
Karim: Acusado de ser o mandante.
Depois de algum tempo Karim desconfiou que Marcelo e Evely estariam dando um grande desfalque na empresa. Segundo depoimentos ele contratou um escritório de advocacia para descobri o desfalque, além do desfalque Karim descobriu que Marcelo e Evely estavam tendo um relacionamento amoroso, fato confirmado em seguida, foi ai que a raiva do empresário aumentou contra Marcelo, que teria sido ameaçado de (morte) e coagido pelo empresário que já sabia de tudo.

Durante as investigações a policia descobriu que Francisco Ferreira, era uma espécie de segurança de Karim, também tinha sido contratado para descobri sobre o desfalque e sobre o envolvimento amoroso entre Marcelo e Evely. Baseado em depoimentos Ferreira andava armado para proteger o empresário. Marcelo contou em seu depoimento que em um dos encontros com empresário ele teria levado vários tapas no rosto proferido pelo empresário e que Ferreira ficava só olhando.
Ferreira: Um dos executores.

Marcelo teria contado a Edvaldo que estava sendo ameaçado por Karim e pediu que o mesmo comprasse uma arma para que ele pudesse se proteger do empresário, que estava em união estável com Evely, ele teria a perdoado a mesma pelo desfalque feito a sua empresa, mas com Marcelo queria vingança. A Policia apurou que Karim seria o mandante do crime; Ferreira seria o piloto da Moto, agora a Policia procura o executor do crime que poderá ser preso a qualquer momento.
 O empresário foi preso em sua empresa e Ferreira e um estabelecimento na 16ª Rua. Segundo o Delegado os dois estão com a  prisão temporária de 30 dias podendo ser convertida em preventiva. Ainda na tarde de ontem os dois foram levados para o presido de Itaituba. Em entrevista ao repórter Junior Ribeiro o empresário Karim negou ter qualquer envolvimento na morte do açougueiro e disse que Marcelo estaria mentindo, mas confirmou o desfalque na empresa. 

Exclusivo: Blog do Junior Ribeiro de Itaituba 

Nenhum comentário:

PM prende em Jacareacanga foragido da justiça de Itaituba

No ultimo domingo (13),  Policiais Militares da UIPP de Jacareacanga prenderam Valdinei Cardoso Costa (foto). Contra ele há um mandado d...

Postagens mais visitadas