15 de mai de 2014

No Pará, Sema fiscaliza atividades no rio Tapajós


G1/Santarém
Equipes da Secretaria de Estado de Meio Ambiente (Sema), em parceria com policiais do Batalhão de Polícia Ambiental (BPA) e técnicos das Secretarias de Meio Ambiente dos municípios de Jacareacanga e Itaituba, realizam uma fiscalização no rio Tapajós, sudoeste do estado.
O objetivo é fazer ações de correção em lavras garimpeiras que operam no leito do rio, conferindo se as cooperativas de garimpo têm licenciamento junto à Sema para operar, e se os trabalhadores têm cadastro junto ao órgão.
"Cada cooperativa tem estabelecido um número de balsas licenciadas para as atividades, e devem obedecer, dentre outros requisitos, comprovação dos limites adequados do porte dos equipamentos e seu registro na Capitania dos Portos", explicou a Sema.
Uma das principais exigências é quanto o uso de de mercúrio, o cumprimento das distâncias mínimas de um equipamento para outro, e distância mínima de 100 metros da margem do corpo hídrico, dentre outros ordenamentos. Em caso de descumprimento de qualquer dos itens estabelecidos, os responsáveis poderão ser autuados.

A pedido dos Munduruku, MPF intensifica atuação contra garimpo ilegal em terra indígena no Pará

O Ministério Público Federal (MPF) convocou reunião para esta sexta-feira (20) em Itaituba, no sudoeste do Pará, para levantar dados sobre...

Postagens mais visitadas