15 de jun de 2016

Polícia Federal deflagra operação para desarticular desvio de recursos em Belterra


A Polícia Federal deflagrou na manhã de hoje, 15, a operação Nominal visando desarticular esquema criminoso de desvio de recursos públicos federais da Educação no município de Belterra.

Cerca de 20 policiais federais dão cumprimento a 4 mandados de busca e apreensão e 3 mandados de condução coercitiva, expedidos pela Justiça Federal de Santarém, em residência de ex-servidor municipal, na Semed (Secretaria Municipal de Educação) e na própria prefeitura.

Os desvios identificados até o momento foram realizados através da emissão de cheques nominais do Conselho Escolar em benefício de servidor da prefeitura, em prejuízo do PDDE (Programa Dinheiro Direto na Escola), no FNDE (Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação), período de 2012 a 2014.

Em 2012, o prefeito de Belterra era Geraldo Pastana (PT); em 2013, assumiu o cargo a atual prefeita Dilma Serrão, também do PT.

Com as busca e apreensão de documentos, em complemento às declarações dos envolvidos, pretende-se aprofundar as investigações no sentido de identificar outros participantes da fraude, bem como os valores totais desviados.

Os procedimentos de Polícia Judiciária serão realizados na Delegacia de Polícia Federal em Santarém.

Com informações da Polícia Federal/Santarém e Blog do Jeso

JURUTI: Promotoria ajuíza Ação contra 14 reús no caso “mensalinho de Juruti”

A promotoria de Justiça de Juruti ajuizou Ação Civil Pública por ato de improbidade administrativa em face do ex-prefeito municipal, três ve...

Postagens mais visitadas