24 de nov de 2016

Uso seguro e sustentável de energia é tema de gincana em escolas públicas de Santarém

Quatro escolas de Santarém já estão na seletiva para a final do Projeto ABC da Energia, promovido pela Celpa. Em sua terceira edição, o projeto traz como tema o “Uso seguro, racional e sustentável da energia elétrica”.  Os participantes são alunos do 5º ao 9º ano, matriculados na rede pública de ensino.       

Através de uma gincana, o ABC da Energia contribui e estimula a produção textual dos alunos, além de envolver a comunidade escolar sobre o uso responsável da energia elétrica. As escolas contempladas participam de três etapas que contabilizarão pontos para escolher a escola vencedora. O trabalho é desenvolvido de forma coletiva, estimulando também o envolvimento com toda a comunidade escolar, alunos e famílias.   

A primeira etapa do projeto nas escolas, conta com palestras explicativas sobre o uso consciente de energia elétrica.

Após os encontros é agendado um mutirão nas escolas para que a comunidade faça o cadastro no programa tarifa social de energia elétrica, no qual as famílias de baixa renda podem conseguir descontos de até 65% na conta de energia. Outra tarefa das escolas é participar da Redação sobre o tema.  

É estipulado um período para que as instituições façam os cadastros do Tarifa Social e a escola que conseguir fazer o maior número de cadastros já acumula pontos para a etapa seguinte, que consiste na elaboração de uma redação. Para a Redação, cada escola deve indicar dois alunos. Estão na disputa estudantes das escolas Sofia Imbiriba, Maria Uchôa, Maria Amália e Romana Leal.

De acordo com a Analista de Responsabilidade Social da Celpa, Michele Miranda, a novidade desta edição é que, além do aluno premiado com a melhor redação, o professor responsável também vai ganhar um notebook, como incentivo. A prova será marcada ainda este mês, no auditório da Celpa, no bairro Prainha.  O resultado será divulgado pela concessionária no mês de dezembro.

“As crianças e adolescentes são os principais multiplicadores em casa ou na escola. Além do aprendizado, eles são estimulados a pensar e a agir, pensando não só na economia que vão fazer em casa, mas na sustentabilidade do nosso planeta. Dá para se trabalhar vários temas e em quase todas as disciplinas, as aulas ganham mais dinâmica, tanto os alunos quanto os professores ficam motivados a participar”, disse a responsável pelo projeto em Santarém, Valdelúcia Queiroz.          

Em 2015, a vencedora do prêmio ABC da Energia foi a estudante Ana Eloíse Santos, 14 anos, da Escola Maria Amália, que este ano, volta a participar tentando mais uma vez a premiação. 

Leíria Rodrigues
Assessoria de Imprensa- Celpa 

Itaituba: Mais uma morte no trânsito. De quem é a culpa?

Por  Diego Mota  A preocupação toma conta dos moradores de Itaituba com a notícia de mais uma morte no trânsito. A vítima foi um polic...

Postagens mais visitadas