Header Ads

Jornalista da Folha é agredida e xingada em evento do PT


Profissional contratada pela Folha de S. Paulo, a jornalista Daniela Lima foi agredida durante a comemoração dos 10 anos de poder do PT, evento que contou com a presença da presidente Dilma Rousseff e do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, além de ministros e líderes de partidos aliados. Em matéria publicada pelo veículo, a informação dá conta de que a repórter foi chutada e xingada.
pt2102
Evento do PT aconteceu na noite dessa quarta-feira, 20 (Imagem: PT)
Na noite dessa quarta-feira, 20, a jornalista foi até o local da comemoração, um hotel próximo do Sambódromo do Anhembi, em São Paulo. O tumulto que acabou em agressão começou quando alguns militantes não conseguiram entrar no lugar, que, segundo a organização, receberia na noite aproximadamente mil pessoas.

Como o número foi muito maior, os insatisfeitos ameaçaram invadir o espaço onde aconteceu o ato. Neste momento, ao registrar a movimentação, Daniela foi chutada por um militante e xingada por outros, que, de acordo com a Folha, estimularam a violência.
A jornalista foi ajudada por seguranças e apoiadores do PT. "Após o ocorrido, o presidente do PT, Rui Falcão, e o presidente do Instituto Lula, Paulo Okamotto, pediram desculpas e lamentaram o episódio", diz o texto da Folha.

O prefeito de João Pessoa, Luciano Cartaxo (PT), que era convidado, também teve dificuldades com a situação. Ele avaliou que a organização poderia estar preocupada com o número de pessoas por causa do ocorrido em Santa Maria (RS). "É muita gente querendo entrar e acho que eles [a organização] estão preocupados por causa daquilo que aconteceu no Rio Grande do Sul", afirmou o prefeito, referindo-se ao incêndio na boate Kiss, que matou mais de 135 jovens no interior gaúcho.

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.