Header Ads

Jacareacanga: Prefeito falou o que não devia e ouvir que não queria.


O prefeito de Jacareacanga Raulein Queiroz, durante na Audiência Pública na ultima sexta-feira (03), que discutiu a normativa do decreto 714, tinha tudo pra ficar de boca fechada, mas a deu um tiro no pé, ao falar que não devia e ouviu que não queria do Secretário Estadual de Meio Ambiente José Colares. O prefeito disse que, o estado era ausente para cobrar os impostos, principalmente o mineral, como respostas o chefe da SEMA, falou que isso iria acabar e que ele e outros prefeitos da região, poderiam ficar certos, que  governo vai  se fazer presente.

Com esse alerta do prefeito de Jacareacanga, pode causar problemas para empresários e comerciantes que sonegam impostos em Jacareacanga, já que o governo estadual, deverá colocar em breve um posto da Secretaria Estadual de Fazenda – SEFA.

E agora, como ficará, já que é notório que muitos comerciantes de Jacareacanga, têm problemas com imposto estadual, onde não tem um posto da SEFA. Conversando com uma autoridade de Jacareacanga, no momento da fala do prefeito, me disse assim: "ele deveria ter ficado de boca calada e quiz aparecer para os deputados Airton Faleiro e Zé Geraldo do Partido dos Trabalhadores", que estava na Audiência

Agora uma pergunta fica no ar; a prefeitura de Jacareacanga recolhe o imposto municipal ou deixa de recolher dos comerciantes de Jacareacanga, por causa dos acordos políticos?

Em breve o governo do estado deverá realizar um levantamento sobre produção aurífera e circulação de mercadorias no município de Jacareacanga, tudo por causa da boca quente do prefeito, que deveria ficar de bico calado e proteger seus “amigos” comerciantes que bancam suas campanhas políticas e de seus aliados.

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.