Header Ads

Itaituba: CPI pra que mesmo?

Vereador Peninha em suas denuncias, mostra detalhadamente, os pagamentos que foram feitos pela secretaria municipal de Educação, o próprio vereador em sua denuncia, mostra que foi realizado de modo corretamente, nos gráficos apresentsados em seu blog. Então CPI pra que mesmo??

Quando se fala em Comissão Parlamentar de Inquérito, alguns pensam que seria um afastamento da prefeita ou cassação, mas tudo isso acontece, por ouvir ou lê as explicações infundadas por algumas pessoas mal intencionadas, que não querem o desenvolvimento do município. Tem vereador que nem sabe que é verba do Fundeb ou QSE. Tem vereador que assinou e depois ficou perguntando, assim: “Mas que é isso mesmo que eu assinei”, seria cômico, senão não fosse verdade.

 Sete vereadores assinaram o pedido, entre eles quatro parlamentares que teoricamente dão sustentação ao governo. É estranha tal posição desses vereadores, ou então é verdade dizem alguns entendidos da politica itaitubense. Nos quatros cantos da cidade, ouvimos sempre quem “manda” nos vereadores, é o vereador Peninha, essa semana mesmo ouvir de um assessor do vereador.

Alguns dias atrás ouvindo uma entrevista do secretário municipal de Governo, Valfredo Marques, onde foi enfático e verdadeiro em dizer que o governo municipal, não tem qualquer medo ou receio, que se abra qualquer investigação contra a administração. Acreditamos que não existem mesmo, porque se você prestar atenção nas denuncias isoladas do vereador Peninha, não tem qualquer fundamento, e sim o próprio vereador Peninha, relata em suas denuncias, que a secretaria de Educação, fez o correto.

Agora que não se pode acreditar é, que alguns vereadores serem “Maria Vai Com as Outras”, e assinar um documento que pelo menos tiveram o cuidado de lê. Fica o alerta aos vereadores, que não ponha em xeque seus mandatos ou satisfazer o ego de alg uns. Alguns que,  os que pretendem investigar algo que não existe ou que foi inventado por alguns, alguns que em todos os governos passado, tiraram proveito próprio, com suas mazelas.


Tecnologia do Blogger.