18 de jan de 2018

Cerca de 380 mil famílias paraenses podem ter descontos na conta de luz

Celpa alerta sobre o Programa Tarifa Social de Energia Elétrica, que concede descontos de até 65% na conta de energia
A Celpa divulgou um levantamento, feito junto ao Ministério de Desenvolvimento Social, indicando que cerca de 380 mil famílias no Pará podem ter descontos na conta de energia elétrica. O dado foi obtido a partir da análise da quantidade de cidadãos que possuem o cadastro social (CadÚnico) e que podem fazer parte do Programa Tarifa Social, que dá descontos de até 65% nas contas de energia. De acordo com o estudo, só em Belém e Ananindeua o número de potenciais beneficiários fica em torno de 50 mil, no total. Em Santarém e Abaetetuba, há mais de 15 mil famílias aptas ao benefício.  Já cidades como Castanhal e Paragominas esse número chega a cinco mil.   
O executivo de Relacionamento com o cliente da Celpa, Gilliard Vaz, explica os requisitos para fazer parte do Programa. “É necessário que o cliente possua o NIS, que é o Número de Inscrição Social, ele deve ter renda familiar mensal menor ou igual a meio salário mínimo por pessoa da família, e também é necessário que a data de última atualização cadastral dos dados sociais junto ao Centro de Referência e Assistência Social (CRAS) seja inferior a dois anos. Ou seja, essa atualização cadastral deve ser feita a cada dois anos”, afirma o executivo.
A concessionária ainda alerta que o usuário deve receber o benefício da Tarifa Social em apenas uma conta contrato e o endereço de cadastro do beneficiário do CadÚnico deve estar localizado em um dos 144 municípios do estado do Pará. Para ter uma ideia sobre os valores economizados com o benefício, uma conta de energia em que o consumo é de 220kW, a economia chega a ser de R$ 52,26 por mês. Em um ano, isso pode significar uma enxugada de R$ 627,12 no orçamento familiar. 
Confira alguns municípios com maior número de famílias aptas a receber a o benefício:

MUNICÍPIO
Número de famílias que podem ser beneficiárias

Belém
32.653
Ananindeua
17.272
Santarém
15.300
Abaetetuba
15.111
Cametá
9.406
Breves
9.333
Marabá
5.544
Castanhal
5.449

PERDA DO BENEFÍCIO – Até o final do mês de fevereiro, mais de 80 mil famílias, em todo o estado do Pará, podem perder o benefício da Tarifa Social de Energia Elétrica, em função do vencimento dos dados do cadastro social que deve ser atualizado junto aos CRAS a cada dois anos. Para verificar sobre a atualização do cadastro, a Celpa orienta que seja feito o contato com a central de relacionamento do Ministério do Desenvolvimento Social, pelo número 0800 707 2003. Em situações em que já houve a perda do benefício, o cliente pode recuperá-lo a qualquer tempo, desde que tenha efetuado a atualização.
Caso o cliente já tenha o NIS (Número de Identificação Social), poderá ir até uma agência de atendimento da Celpa ou ligar para a central de teleatendimento da empresa, pelo número 0800 091 0196, e inscrever-se.
SERVIÇO - Para (re)cadastrar os dados sociais, os beneficiários devem procurar o CRAS do seu município ou bairro, munidos dos documentos de todas as pessoas que residem no imóvel:
 Comprovante de residência; RG;CPF; e em casos que há crianças na família é necessário levar Certidão de nascimento dos filhos beneficiados e carteira de vacinação das crianças menores de 5 anos.

Nenhum comentário:

Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial

Produção das populações indígenas tem apoio da Emater

O Ind ígena Gregório Waro Munduruku (d), assistido pela Emater, foi agraciado pelo inestimável legado à cultura da mandioca no Congresso ...

PortalBuré

Portal Buré © 2016. Tecnologia do Blogger.