Header Ads

Celpa inicia obra histórica em Alenquer



A nova subestação vai colocar o município no Sistema Interligado Nacional e deve trazer mais desenvolvimento para a região

A chegada da energia com mais qualidade é esperada por mais de 12.500 famílias, das áreas urbanas e rurais de Alenquer, no oeste do Pará. E esse sonho está cada vez mais próximo de ser realizado graças ao início das obras da nova subestação do município, que representa um momento histórico: a cidade começará a fazer parte do Sistema Interligado Nacional. Isso significa que passará a ser atendido com energia elétrica do sistema que atende todo o país, a exemplo do que ocorreu na Ilha do Marajó em 2016. A iniciativa fará com que a usina a diesel da cidade seja desativada. O investimento da concessionária na subestação de Alenquer e na linha de distribuição que vai compor o empreendimento é superior a R$ 67 milhões.

O gerente de hotel, Adilson Sousa, 60 anos, retornou à cidade há dois anos e acompanha o processo de construção da obra. Para ele, a subestação vai trazer uma série de desenvolvimento nos mais diversos setores, como o da hotelaria, por exemplo. “Mesmo com a usina a diesel que nos atende atualmente, Alenquer tem crescido bastante, então nossa expectativa é das melhores possíveis, porque junto com a energia vem a internet, que hoje funciona de forma precária, as Tvs digitais, as indústrias”.

A subestação de Alenquer começou a ser construída neste mês de agosto em área localizada na estrada Paes de Carvalho e deve entrar em operação ainda este ano.
 Com uma das tecnologias mais avançadas para o segmento, o empreendimento deverá ter um dos melhores sistemas automáticos para recomposição em casos de imprevistos. O Sistema de comunicação da subestação também será otimizado e ocorrerá em alta velocidade por meio de via satélite, com monitoramento 24 horas direto do Centro de Operações Integradas da Celpa. Outro ponto importante será a garantia da entrada do sistema de medição operacional da subestação que irá ajudar no controle de demanda e combate às perdas de energia.

Para o executivo de Expansão, Lúcio Oliveira, a subestação vai suportar o aumento da demanda e assegurar o crescimento econômico do município, garantindo o atendimento ao mercado, reforçando a confiabilidade e o fornecimento de energia segura e de qualidade. “A obra deve reduzir significativamente as interrupções do fornecimento, portanto, o município terá condições de fornecer energia sem risco de sobrecarga”, garante.

A proposta da Celpa é reforçar o compromisso com a missão que desenvolve, que é distribuir energia com qualidade, responsabilidade social e ambiental para assegurar o desenvolvimento do Pará. No caso de Alenquer a concessionária eliminará o consumo de quase 12 milhões de litros de óleo diesel por ano e os riscos ambientais associados. Outra cidade que ainda este ano também deve ser interligada ao Sistema Nacional é Monte Alegre, também no oeste do Pará.

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.