23 de fev de 2012

CAMINHONEIROS QUEREM COBRAR NA JUSTIÇA PREJUÍZOS NA TRANSAMAZÔNICA






Condições da rodovia quebram veículos e atrapalham entrega de cargas. Trabalhadores esperam até quatro dias para retomar viagem.

Os caminhoneiros, que passam pela Transamazônica (BR-230), querem cobrar na Justiça os prejuízos causados aos veículos por causa das condições da rodovia. Os trabalhadores chegam a esperar até quatro dias para retomar a viagem em locais da via nas proximidades do rio Aripuanã, na cidade de Novo Aripuanã, a 227 Km de Manaus em linha reta.

As mercadorias transportadas para Apuí, a 453 Km da capital em linha reta, ficam paradas em atoleiros que se formam com o período chuvoso. Segundo o caminhoneiro, Jadson Clayton Santos Souza, os trabalhadores aguardam na fila o momento de seguir viagem. "Quem vai chegando vai enfileirando atrás. Vamos tentando. Quando passa o primeiro, vamos ajudando puxar os outros", afirmou.

Os motoristas ajudam a puxar os caminhões com cabos de aço, o que pode danificar o motor. O caminhoneiro Geraldo da Silva Gumeiro fica indignado com a situação. "Tive um prejuízo grande. A frente do meu caminhão foi arrancada. Dois mil reais só o prejuízo que tive. Vou chegar em Porto Velho, vou arrumar um advogado, acionar a Justiça Federal e quero receber centavo por centavo que eu gastar no caminhão", declarou.
 
Fonte: Anapu em Foco 

Nenhum comentário:

Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial

Vereadores de Jacareacanga aprovam novo Código Tributário e de Obras

A Câmara Municipal de Jacareacanga aprovou nesta sexta-feira (15) os Projetos de Lei do Novo Código Tributário Municipal (CTM) e de Obras ...

PortalBuré

Portal Buré © 2016. Tecnologia do Blogger.