Header Ads



DESABAFO

Depois de ouvir muitas reclamações de professores que tiveram seus salários cortados pela metade, de reclamar, porque o meu salário também veio errado, questiono: será que o pessoal da SEMED e da PMI errou os seus salários?
Um pedido de desculpas não aliviará a angústia de quem deve aluguel, energia, gás, alimentação... enfim, dizem por aí que ainda estão arrumando a casa, mas a faxina está desorganizando cada vez mais a nossa cidade. Nossas escolas continuam sucateadas, nossos alunos continuam sem merenda de qualidade, os banheiros estão em estado caótico, sem condições de uso; nossas ruas esburacadas, a UPA (Unidade de Pronto Atendimento) nunca mais se ouviu falar. E o que me deixa perplexa é saber que as respostas de algumas pessoas para justificar o injustificável é a mesma: “os buracos não foram feitos nesta gestão. É do governo passado”. Dane-se o governo passado. Quem vive de passado é museu. Temos que pensar no hoje. Deixemos de ser medíocres ao tentar justificar o erro dos outros. No início do ano todos os municípios recolhem o IPVA. Imposto caríssimo para os donos de veículos. E nossa cidade fica assim e ninguém questiona nada? A culpa é da chuva? Que é isso! Justificativa mais estapafúrdia! Não vai fazer porque tá chovendo? Então paguemos nossos impostos somente no verão! É menos revoltante, talvez.
A realidade é que sindicatos, entidades, sociedade em geral precisam se mobilizar e cobrar uma resposta plausível do governo municipal. Precisamos nos mobilizar e não ficarmos acomodados a ponto de aceitar tudo caladinho e sofrermos na pele e no bolso e no coração (trânsito com vítimas fatais) o que estamos vivendo.
É hora de acordar! Vamos ficar calados, rindo e acenando para a banda que está passando?
Ah! Só estou cumprindo recomendações médicas, pois talvez não amanheceria viva se não dissesse o que estou sentindo, tamanha é minha revolta! — com Eliene Nunes.

Fonte: Facebook/Regina Figueira

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.