Header Ads

"Minha Casa, Minha Vida" se transformou em "Minha Casa, meu pesadelo" em Itaituba.

O Conjunto 'Viva Itaituba' estaria embargado devido as denuncias feitas pelo Deputado Federal Dudimar Paxiuba. “Queremos nossas casas, nosso sonho virou um pesadelo”.
 
Beneficiários do Programa Minha Casa, Minha Vida do Conjunto Habitacional “Viva Itaituba” no oeste do estado, lotaram a câmara municipal de vereadores na seção de quarta feira, 20. Eles foram pedir apoio dos parlamentares para que eles possam interferir junto aos órgãos competentes para a entrega das casas. O que era para ser um sonho das famílias mais carentes de Itaituba se transformou em um grande pesadelo. Cerca de 500 famílias que foram contempladas no programa do governo federal no município “conjunto viva Itaituba” estão vivendo um drama, ate hoje eles não receberam suas casas.
Os beneficiários do Minha Casa Minha Vida; na sessão da Câmara Municipal de Itaituba.
No ano passado, por varias vezes o sorteio das casas foi adiado, devido algumas denuncias.  Uma delas foi feita pelo Deputado Federal Dudimar Paxiúba do (PSDB-PA) que usou a tribuna da Câmara Federal para denunciar ao ministério das cidades e a Caixa Econômica Federal, que, a ex-secretária de Assistência Social Luzimar Santos teria beneficiado algumas famílias que não se enquadravam no programa.
As casas do projeto Minha Casa Minha Vida; que ainda estão em ação judicial
Esta semana cerca de 180 contratos das casas seriam entregues aos beneficiários do programa, mas, eles receberam a informação de que, devido à denuncias feitas por Dudimar Paxiuba o conjunto teria sido embargado. Revoltados eles foram à câmara de vereadores para pedir apoio dos mesmos, para que eles possam interferir junto aos órgãos competentes que façam a liberação das unidades às famílias que estão pagando alugues quando não morando nas casas de parentes.
 
Em uma entrevista a imprensa alguns dias atrás a Secretaria de Assistência Social do Município Usalda de Miranda, disse que, ela estava colhendo algumas informações sobre o conjunto. Segundo ela procurou Marcelo Matos, gerente da Caixa Econômica em Itaituba, que teria dito que apenas estava ajudando a responsabilidade das unidades da central em Belém.
 
Em entrevista a nossa reportagem alguns beneficiários criticaram a prefeita Eliene Nunes, segundo eles, não esta havendo nenhum interesse por parte da prefeita para resolver a situação das famílias. E agora será se os nobres vereadores vão se interessar pela causa? Ou vão cruzar os braços diante do problema.
 
Fonte e fotos: Junior Ribeiro.

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.